Notícias | Dia a dia
Bia vence e definição da Fed fica para as duplas
09/02/2018 às 19h52

Bia venceu seus três jogos de simples pela Fed Cup durante a semana

Foto: Ernesto González/ITF

Assunção (Paraguai) - Deu a lógica nas partidas de simples do confronto entre Brasil e Argentina pela Fed Cup, que vale a liderança do Grupo B do Zonal Americano I da competição. Depois de a experiente Paula Ormaechea superar Nathaly Kurata, foi a vez de Beatriz Haddad Maia confirmar o favoritismo para empatar a série.

Nesta sexta-feira, Bia precisou de três sets e 2h31 para marcar as parciais de 6/2, 4/6 e 6/4 contra Catalina Pella, 300ª do ranking. A número 1 do Brasil e 59 do mundo venceu seus três jogos de simples que fez durante a semana e perdeu apenas um set. A canhota de 21 anos tem agora oito vitórias e três derrotas pela Fed Cup.

A definição do confronto será na partida de duplas ainda nesta sexta-feira. Bia voltará à quadra de saibro em Assunção ao lado da paulista Luisa Stefani. Já as argentinas deverão contar com Stephanie Petit e Maria Irigoyen.

Em caso de vitória, o Brasil decidirá a seletiva continental neste sábado diante das anfitriãs paraguaias. Além disso, as brasileiras tentam vencer um confronto de Fed Cup contra a Argentina pela primeira vez em cinco encontros, sendo dois deles nos últimos dois anos.

Bia foi dominante nos primeiros games da partida ao conseguir duas quebras sobre a rival argentina e liderar por 5/0. Depois de perder a primeira oportunidade de sacar para o set, a brasileira definiria a parcial dois games mais tarde.

Quebrada no game de abertura do segundo set, Bia venceu três games seguidos, mas voltaria a perder o saque logo depois. Com o placar empatado por 4/4, a canhota paulista fez um game de saque muito ruim e foi quebrada. Mesmo com três break points no game seguinte, não foi possível buscar o empate na parcial.

O último set começou com domínio das sacadoras até que Pella conseguisse a quebra no quinto game. Antes da sequência da partida, houve um pedido de atendimento médico. Na volta, a argentina confirmou o saque e chegou a liderar por 4/2. Mas depois disso, Bia conseguiu reagir. A canhota paulista fez um bom game de saque e devolveu a quebra no oitavo game. Confiante, a número 1 do Brasil voltou a pressionar o saque de sua adversária e terminou a partida vencendo quatro games seguidos.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis