Notícias | Dia a dia | Australian Open
Cilic busca primazia croata em títulos de Grand Slam
27/01/2018 às 10h33

Cilic pode ser o único croata com 2 conquistas em Slam

Foto: Divulgação

Melbourne (Austrália) - Marin Cilic não é o croata que mais vezes chegou em finais de Grand Slam, acumulando neste Australian Open a terceira decisão da carreira, uma a menos do que as quatro de Goran Ivanisevic, mas se for campeão poderá ter a primazia de títulos e ser o único no seu país com duas conquistas deste porte.

Atualmente, ele tem apenas a vitória no US Open de 2014 e está empatado em taças com Ivanisevic (Wimbledon de 2001) e Iva Majoli (Roland Garros de 1997). Cilic volta a encarar seu algoz de Wimbledon no ano passado, na outra decisão de Slam que jogou, e tentará apenas sua segunda vitória em 10 jogos contra o suíço Roger Federer, cabeça de chave número 2 e atual campeão nas quadras do Melbourne Park.

Responsável pela eliminação do espanhol Rafael Nadal, o líder do ranking, Cilic pode se tornar apenas o nono jogador na Era Aberta a bater os dois primeiros da ATP em um dos quatro principais torneios do circuito.

A campanha rumo à final na Austrália levará Cilic ao melhor ranking da carreira. Atual número 6 do mundo, ele subirá para o terceiro lugar independentemente do título neste domingo às 6h30 (horário de Brasília), ficando atrás apenas de Federer e de Nadal, que seguirá na ponta depois do Slam da Oceania.

Caso saia vencedor da final, o croata será o segundo jogador que mais tempo esperou entre primeira e segunda conquistas de Slam, empatado com o sérvio Novak Djokovic, que levou 12 eventos deste porte entre a taça do Australian Open de 2008 e a do mesmo torneio em 2011, e com o catarinense Gustavo Kuerten, também com 12 tentativas entre os títulos de Roland garros em 1997 e 2000. O primeiro da lista é o russo Marat Safin, com 14 entre o US Open de 2000 e o Australian Open de 2005.

Comentários