Notícias | Dia a dia | Australian Open
Após primeira semi, Mertens quer ir mais longe
25/01/2018 às 07h50

Mertens entrará no top 20 após a boa campanha em Melbourne

Foto: Divulgação

Melbourne (Austrália) - Eliminada por Caroline Wozniacki na semfinal do Australian Open, a belga Elise Mertens espera que o melhor resultado de sua carreria em um Grand Slam seja um trampolim para conquistar novos objetivos em sua carreira. Apesar da derrota, a belga de 22 anos destacou seu espírito competitivo e comemorou a grande campanha em Melbourne.

"Eu estava realmente ansiosa por esse jogo, mas Caroline jogou muito bem hoje. Ele colocou seus saques e seus golpes de fundo eram bastante agressivos", disse após a derrota por 6/3 e 7/6 (7-2) para Wozniacki nesta quinta-feira.

"Dei tudo o que tinha até o último ponto. Claro que, com 5/4 e 30-0, você acha que já acabou. Mas continuei dando tudo, no 6/5 e no 6/6. Meu espírito de luta estava lá, mas ela apenas foi um pouco melhor do que eu hoje", comentou a belga que quebrou o saque de Wozniacki quando a dinamarquesa poderia fechar o jogo e chegou a ter dois set points para forçar o terceiro set.

"É um sentimento misto. É claro que eu perdi a partida, mas também estou muito feliz por estar na semifinal, já que eu cheguei a uma semifinal pela primeira vez", explicou a jogadora de 22 anos. Mertens saltou do 120º para o 35º lugar do ranking ao longo da última temporada. Com a ótima campanha em Melbourne, ela aparecerá entre as vinte melhores pela primeira vez.

"O Top 20 é uma coisa totalmente diferente, mas é ainda um ranking. Eu ainda tive que trabalhar para isso. Não posso dizer só que o top 20 é meu objetivo. Não, espero ir ainda mais longe", comentou a belga, que poderia chegar ao 14º lugar se chegasse à final ou entrar no top 10 em caso de título.

Mertens comentou sobre o que mais aprendeu no torneio: "Aprendi a confiar em mim mesma e que qualquer coisa é possível no tênis. Na segunda rodada, eu estava perdendo por 5/0", lembrou sobre a vitória por 7/5 e 6/3 sobre Daria Gavrilova. "Penso que estou mentalmente estável. Estou muito bem. Acho que agora estou mais relaxada, não vou pensar em tênis por alguns dias, depois vou voltar a treinar e trabalhar nas coisas que eu posso melhorar".

Comentários