Notícias | Dia a dia | Australian Open
Para Edmund, lidar com nervosismo foi decisivo
23/01/2018 às 15h15

Edmund conseguiu sua primeira vitória contra top 10 nesta terça

Foto: Divulgação

Melbourne (Austrália) - Algoz de Grigor Dimitrov e garantido na semifinal do Australian Open, Kyle Edmund destacou o controle emocional que teve na partida desta terça-feira. Para o britânico, foi fundamental controlar o nervosismo para buscar o resultado positivo contra o número 3 do mundo.

"É totalmente normal estar nervoso", disse Edmund após a vitória por 6/4, 3/6, 6/3 e 6/4 "A emoção é algo normal do ser humano e acabei aceitando e lidando com isso. Não é como se eu entrasse em quadra nervoso pela primeira vez na minha vida"

"Hoje, eu realmente fiz isso muito bem. Estou ciente da ocasião, mas eu realmente tentei me concentrar no meu tênis e aproveitar o máximo possível. Não é todo dia que você joga as quartas de final de um Grand Slam", explica o jovem de 22 anos e 49º do ranking.

"Eu muito feliz com a maneira como estou jogando. Tenho 23 anos, estou minha primeira semifinal de Grand Slam. Foi a primeira vez que joguei nesta que é uma das maiores quadras do mundo... Eu apenas tentei aproveitar a experiência, como eu disse. Eu sabia que estava em um bom lugar. Não há razão para o meu tênis não ser bom o suficiente para vencer".

Edmund, que venceu seu primeiro jogo contra top 10 e vai desafiar Marin Cilic na semifinal, falou sobre a mudança de status entre a figura de um jovem promissor com a de um candidato às grandes conquistas.

"Você sonha em jogar um Grand Slams, antes de mais nada. Depois você vai bater bola com os melhores. Lembro de ser um parceiro de treinos de caras como Andy e Rafa e Roger. Então, de repente você está jogando contra eles. É um pouco surreal, mas então você dá mais um passo quando seu instinto competitivo entra. Aí você quer vencê-los".

Comentários