Notícias | Dia a dia
ATP e australianos tentam reeditar Copa do Mundo
10/01/2018 às 17h28

Diretor do Australian Open falou sobre a proposta de fazer um evento com 24 países

Foto: Arquivo

Sydney (Austrália) - O calendário do circuito masculino pode passar por uma alteração significativa nos próximos anos. A ATP e a Tennis Australia tentam reeditar a World Team Cup, antiga Copa do Mundo que acontecia no saibro alemão de Dusseldorf entre 1978 e 2012 e que foi descontinuada por falta de patrocinadores.

A Tennis Australia, que pretende adquirir os direitos de organizar a competição, propõe um torneio com 24 países e quatro sedes, em Adelaide, Brisbane, Perth e Sydney. A competição aconteceria na primeira semana do calendário, que normalmente recebe a Copa Hopman e o ATP de Brisbane.

Diretor de torneio do Australian Open, Craig Tiley vê a proposta da nova competição com bons olhos, desde que ela não interfira no calendário do Grand Slam australiano. "Nós nos candidatamos para sediar a World Team Cup", disse Tiley ao jornal Herald Sun.

"Podemos fazer o evento como uma preparação para o Australian Open, mas deixei claro que queremos que o Australian Open continue nas duas últimas semanas de janeiro por causa das férias escolares", explicou o dirigente.

"Tirar o torneio do período de férias escolares traria o risco de não termos tantas crianças assistindo e isso é algo que nós não queremos. Temos de longe a audiência mais jovem dos quatro Grand Slam e queremos ter cada vez mais crianças no torneio", complementou Tiley.

O dirigente deu detalhes sobre o formato que pretende adotar para a Copa do Mundo. "Serão 24 equipes, com cinco jogadores por equipe. Isso dá mais de 100 jogadores. O formato ainda está sendo finalizado, mas poderiamos fazer uma fase de grupos".

"Se for um evento de 10 dias, podemos realizar os grupos nos primeiros seis dias. "As oito melhores equipes chegam às quartas-de-final e faremos as fases decisivas nos últimos quatro dias", explicou Tiley. "Todas as cidade teriam um quadro de jogadores melhor do que têm atualmente. Em termos de calendário, o plano inicial é implantar já em 2019, mas isso é ambicioso. Penso que 2020 seria uma data mais realista".

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis