Notícias | Outros
Trabalhos sociais de Serena e Puig são destacados
07/12/2017 às 18h11

Puig participou de ações sociais em seu país para ajudar vítimas de furacão

Foto: Reprodução/Twitter

Nova York (EUA) - A revista norte-americana Sports Illustrated publicou uma lista 18 de atletas comprometidos com causas sociais. A publicição celebra os trinta anos de uma edição de 1987 com a chamada "Athletes Who Care" para promover a escolha de atletas do ano. O tênis está representado por Serena Williams e Monica Puig.

Serena aparece no quarto lugar da lista da Sports Illustrated. A jogdora de 36 anos mantém a Serena Williams Fund, que visa promover a inclusão social por meio da educação e prestar assistência às vítimas da violência urbana.

O projeto social de Serena construiu escolas no Quênia e na Jamaica, além de equipar salas de aula na cidade natal da tenista, Compton. A dona de 23 títulos de Grand Slam também lançou o Yetunde Price Resource Center que ajuda as pessoas e famílias afetadas pela violência. O projeto leva o nome de uma das irmãs mais velhas de Serena, que foi morta em 2003.

Já a porto-riquenha Monica Puig está no oitavo lugar da lista e foi destacada pela arrecadação de fundos para ajudar a reconstruir seu país, que foi devastado pelo furacão Maria em setembro. A tenista, campeã olímpica no ano passado, conseguiu levantar US$ 150 mil para ajudar na recuperação de sua terra natal.

"Estou com o coração partido para acordar aqui em Tóquio nesta manhã e ver a devastação causada por furacão Maria em Porto Rico", disse Puig que estava jogando um WTA na capital japonesa na semana do furacão. "Eu prometo fazer tudo o que estiver ao meu alcance para ajudar minha amada ilha e outros porto-riqueños a reconstruir, curar e restaurar Porto Rico".

A lista da Sports Illustrated é liderada pelo jogador de futebol americano JJ Watt, que atua na linha defensiva do Houston Texans. Nomeado a personalidade esportiva do ano, Watt lançou em agosto uma campanha de arrecadação de fundos em prol das vítimas do furacão Harvey com o objetivo de levantar US$ 200 mil para a recuperação de Houston. O projeto acabou tendo sucesso muito maior e superou a marca de US$ 37 milhões. Watt também desenvolve atividades sociais com crianças e adolescentes de comunidades carentes.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis