Notícias | Dia a dia
Quatro cidades apresentam planos para o WTA Finals
07/12/2017 às 15h47

Torneio está em Cingapura desde 2014 e contrato vai até 2018

Foto: Arquivo

St. Petersburg (EUA) - Quatro cidades que pleiteiam sediar o WTA Finals a partir de 2019 apresentam nesta quinta-feira suas propostas para o evento no escritório geral da entidade que comanda o circuito feminino, em St. Petersburg, na Flórida. A ideia é assinar um contrato de cinco anos até 2023.

O torneio que reúne as oito melhores jogadoras de simples e também as oito melhores duplas de cada temporada é disputado por Manchester (Inglaterra), Praga (República Tcheca), São Petersburgo Rússia (Rússia) e Shenzhen (China).

Sede do Finals desde 2014, a cidade-estado de Cingapura tem contrato com a WTA até 2018. A manutenção da sede ainda não está descartada, já que os organizadores do evento ainda discutem a possibilidade de uma renovação do vínculo.

"Nós dissemos o tempo todo que estamos muito interessados em discutir uma extensão", disse o CEO da WTA Steve Simon ao jornal local The Straits Times durante a última edição do evento entre os dias 21 e 28 de outubro. "Tivemos um acordo de que iríamos conversar sobre 2019 e o futuro assim que vierem os resultados deste evento. Tenho grande expectativa para essas conversas", acrescentou o dirigente da entidade.

Na última quarta-feira, a WTA divulgou que a última edição do Finals vendeu 133 mil ingressos em oito dias de evento estabeleceu um recorde de público nos quatro anos em que a competição foi disputada em Cingapura. Este ano, a dinamarquesa Caroline Wozniacki conquistou o título em simples, enquanto a tcheca Andrea Hlavackova e a húngara Timea Babos foram campeãs de duplas.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis