Notícias | Dia a dia
Guga e Meligeni participam de encontro nacional
06/12/2017 às 11h35

Guga e Meligeni fizeram atividades com os juvenis

Foto: CBT/Divulgação

Florianópolis (SC) - O segundo dia do Encontro Nacional de Tênis, realizado pela Confederação Brasileira de Tênis, de segunda a sexta-feira, na sede da entidade em Florianópolis, reuniu dois dos maiores nomes da modalidade no país de todos os tempos: Gustavo Kuerten e Fernando Meligeni, que se reencontraram 16 anos depois no palco da histórica Copa de Davis de 2001, disputada nas então quadras de saibro da Federação Catarinense de Tênis, que hoje divide o espaço físico com a CBT.

Na ocasião, o Brasil, que, além de Guga e Fininho, contava com Jaime Oncins e Alexandre Simoni, perdeu por 3 a 1 para a Austrália de Lleyton Hewitt, futuro número 1 do mundo, e Patrick Rafter, que já havia ocupado o mesmo posto em 1999.

Guga e Meligeni bateram um papo descontraído com os tenistas juvenis e atletas da transição e com os técnicos que estão participando do Encontro Nacional e passaram um pouco de suas experiências no circuito profissional. Aos 46 anos, Fininho, inclusive, entrou em quadra e trocou bola com os tenistas da nova geração em dois períodos, de manhã e à tarde, nas quadras rápidas da CBT.

"É muito legal, estive em quadra com a molecada de 16, 18 anos e transição. Todo mundo muito afim de escutar nossas histórias, nossas opiniões, os técnicos também. Acho importante agruparmos todo mundo e falarmos o mesmo idioma. A presença do Guga aqui comigo, nós dois passeando pelas quadras e conversando com a molecada, realmente estou muito feliz em poder dar essa contribuição", afirmou Fininho.

"É importante um evento como esse. Tentamos passar para os atletas a importância desse espaço sagrado, da quadra, do amor ao esporte, mas nós somos efêmeros. Quem vai fazer a diferença no dia a dia é o treinador, por isso estamos focando neles para consolidar um conhecimento e depois beneficiar os jogadores", completou Guga.

Esta é a primeira vez que é organizado um encontro nacional do tênis brasileiro. O evento reúne os três melhores juvenis do país nas categorias de 12 a 18 anos – que tiveram disponibilidade de agenda – tenistas ranqueados na ITF e atletas na transição durante cinco dias de imersão e treinamento com os principais técnicos do país na sede da CBT. Durante a semana, a nova geração do tênis terá a oportunidade de conversar e bater bola com grandes nomes do profissional, como Marcelo Melo, Bruno Soares, Rogério Dutra Silva, Thiago Monteiro, Marcelo Demoliner, Bia Maia, Gabriela Cé e Luisa Stefani, além de Guga e Meligeni. Os treinadores também participam de um congresso técnico entre segunda e quarta-feira no período noturno para trocarem experiências.

"É um incremento muito grande para eles estarem ao lado das maiores referências do nosso esporte. É claro, que tem outros grandes tenistas, mas hoje estão aqui presentes o Guga e o Meligeni, oportunizando nossos atletas estarem em contato direto com eles, ouvindo uma instrução, algum tipo de dica e conselho. E, principalmente, dentro de uma estrutura que já funciona, que é o programa de alto rendimento da Confederação. Isso é só a última gota de ação do ano para celebrar de forma técnica, não comemorativa, esse encontro de informações", ressaltou o presidente da CBT, Rafael Westrupp.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis