Notícias | Dia a dia
Hingis diz que abriu caminho para Federer e Stan
30/11/2017 às 11h19

Hingis venceu seu primeiro Slam 6 anos antes de Federer

Foto: Arquivo

Zurique (Suíça) - Recém-aposentada do circuito, se despedindo nas semifinais do WTA Finals de duplas, a suíça Martina Hingis fez um breve balanço de sua carreira e falou um pouco do que pretende fazer no futuro em entrevista ao Blick. Número 1 do mundo nas duplas e ex-líder do ranking de simples, ela disse que abriu caminhos para o tênis suíço.

"Fui pioneira em certas áreas para a Suíça, fui a primeira do país a ganhar um Grand Slam. Acho que depois disso tudo ficou um pouco mais fácil", afirmou Hingis, em alusão ao que depois vieram conquistar os compatriotas Stan Wawrinka e principalmente Roger Federer, recordista de Slam entre os homens com suas 19 conquistas.

Hingis acredita que a herança deixada por ela e pelos dois compatriotas vencedores de Grand Slam está aí e brinca dizendo que pode ser ela a responsável por trazer um futuro nome de destaque para o país. "Ainda tempos alguns outros bons jogadores. Timea e Belinda são excelentes, mas realmente estamos mal acostumados", observou.

A dona de cinco títulos de simples e 12 de duplas nos quatro principais torneios do circuito festejou o apoio dos fãs e falou sobre seu futuro. "Agradeço a todas as mensagens que recebi e estou ansiosa para minha próxima etapa da vida. Não me vejo trabalhando na mídia, prefiro ajudar minha mãe com sua escola de tênis ficando em quadra", afirmou Hingis, que apesar da precocidade no circuito, não vê com maus olhos tudo pelo que passou.

"Quem está no circuito profissional desde os 13 anos também faz outras coisas além do tênis. Claro que houve pressão, mas é uma coisa com a qual você precisa aprender para a vida e o esporte lhe dá isso. Também há as amizades, é uma escola da vida. Eu aprendi línguas por causa do tênis e agora falo quatro idiomas. Recentemente eu até aprendi um pouco de indiano e chinês", encerrou a suíça de 37 anos.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis