Notícias | Copa Davis
Pouille vence e franceses faturam a 10ª Copa Davis
26/11/2017 às 15h36
Publicidade
Publicidade

Pouille não deu chances a Darcis no jogo decisivo

Foto: Corinne Dubreuil/ITF

Lille (França) - Acabou a espera francesa pelo sonhado 10º título de Copa Davis, que não vinha desde 2001. Coube a Lucas Pouille, de apenas 23 anos, ser o herói da conquista, com vitórias nas duas partidas de simples que disputou, a principal delas o quinto e decisivo jogo contra o belga Steve Darcis, anotando o placar final de 6/3, 6/1 e 6/0, após 1h34 de embate.

Pela primeira vez disputando um jogo cinco decisivo na competição, Pouille pareceu não sentir a pressão e transformou o ambiente no Stade Pierre Mauroy, dominado pela torcida francesa, em um estímulo. A quebra conquistada logo no começo da partida, já no segundo game, também o ajudou a deixar os nervos controlados.

Com um break de vantagem, bastou ao atleta da casa manter o foco para que conseguisse largar na frente, faturando o primeiro set. O placar favorável ajudou ainda mais Pouille a deslanchar na sequência, enquanto do outro lado Darcis dava sinais de sentir o peso que carregava nas costas, cometendo mais erros não forçados (32 a 20) e somando menos bolas vencedoras (11 a 26).

Depois de perder o primeiro set, Darcis foi ladeira abaixo e pouca resistência ofereceu a Pouille, que levou a segunda parcial com três quebras e tranquilos 6/1 e foi ainda mais dominante no último set, selando sua vitória e o título francês com um 'pneu' para cima do belga de 33 anos, que havia sido herói na semi contra a Austrália.

A conquista francesa colocou o país como o terceiro mais vitorioso na competição, empatado com a Grã-Bretanha, e veio após um jejum de 16 anos, período em que os "Mosqueteiros" chegaram a três finais (2002, 2010 e 2014) e sempre acabaram com o vice. Do outro lado, os belgas seguem sem um título na Davis e já vão para a terceira decisão com derrota, igualando a marca de romenos e indianos.

São sete as nações que já chegaram em pelo menos uma final de Copa Davis e não venceram. Bélgica, Índia e Romênia acumulam três vices, ao passo que Japão, México, Chile e Eslováquia têm um cada.

Comentários