Notícias | Copa Davis
Capitão francês comemora aliviado vitória da dupla
25/11/2017 às 18h48

Noah inovou na escalação da dupla francesa

Foto: Corinne Dubreuil/ITF

Lille (França) - Às vésperas do sorteio da final da Copa Davis, o capitão francês Yannick Noah resolveu fazer uma mudança e trocou Nicolas Mahut por Richard Gasquet, que neste sábado entrou em quadra ao lado de Pierre-Hugues Herbert para a partida de duplas, em uma escolha muito questionada. No final das contas a decisão deu certo e o time da casa venceu e abriu 2 a 1 sobre a Bélgica.

"Sempre há a preocupação, pois mesmo que eu tenha achado que era a melhor opção e por mais experiência que eu tenha em tantos anos jogando esta competição, sei que muita gente estava esperando para pedir minha cabeça", declarou o aliviado Noah, que viu sua parceria dar um susto no meio da partida.

Depois de vencer o primeiro set, a dupla de Gasquet e Herbert perdeu o segundo e chegou a ver Joris de Loore e Ruben Bemelmans sacarem para o set no terceiro. "No 5/3 do terceiro a situação estava complicada. Não quero nem imaginar o que iria acontecer se eles perdessem, mas no final das contas eles me salvaram", brincou o capitão francês.

Herbert falou um pouco sobre não ter Mahut ao seu lado na final. "Estive pensando nele o tempo, jogamos juntos faz três anos. Disse para ele depois da partida: 'Você não estava jogando, mas estava comigo em quadra'. Não sabíamos o que esperar, mas seguimos firmes do começo ao fim, conseguimos a vitória e estamos muito felizes", disse o duplista francês.

Com a vantagem do time da casa, basta uma vitória nas duas partidas do domingo para que a França possa comemorar a décima taça da competição. A festa pode vir já no primeiro jogo do dia, no duelo entre Jo-Wilfried Tsonga e o embalado David Goffin, que vem do vice-campeonato no ATP Finals. Em caso de vitória belga, a definição ficará para o confronto entre Lucas Pouille e Steve Darcis.

Comentários