Notícias | Copa Davis
Dupla francesa leva susto, mas coloca time na frente
25/11/2017 às 14h22
Publicidade
Publicidade

Gasquet e Herbert tiveram trabalho com a dupla belga

Foto: Divulgação

Lille (França) - Depois de sair atrás no primeiro dia, com a derrota de Lucas Pouille para David Goffin, e conseguir o empate com a vitória de Jo-Wilfried Tsonga, a equipe francesa enfim está na frente nesta final da Copa Davis. Neste sábado, Pierre-Hugues Herbert e Richard Gasquet tiveram trabalho com os belgas Joris de Loore e Ruben Bemelmans, levaram um susto, mas acabaram ficando com a vitória por 3 sets a 1, com parciais de 6/1, 3/6, 7/6 (7-2) e 6/4.

Com a vantagem da França na decisão, basta ao time da casa vencer uma das duas partidas do domingo para poder comemorar a décima taça da competição. A festa pode vir já no primeiro jogo do dia, no duelo entre Tsonga e o embalado Goffin, que vem do vice-campeonato no ATP Finals. Em caso de vitória belga, a definição ficará para o confronto entre Pouille e Steve Darcis.

Empurrados pela torcida que encheu as arquibancadas do Stade Pierre Mauroy, Gasquet e Herbert começaram muito firmes e deram poucas chances aos rivais belgas no primeiro set. Os atletas da casa dominaram as ações desde o começo, abriram 5/0 logo de cara e tiveram dois break-points no sexto game para completar o 'pneu', que foi evitado por De Loore e Bemelmans, que não conseguiram escapar da derrota na parcial.

Só que a situação acabou se complicando para os franceses na sequência da partida. Com duas quebras contra e uma a favor, Gasquet e Herbert perderam o segundo set e por pouco também não foram superados no terceiro. De Loore e Bemelmans sacaram em 5/4 para virar o jogo, mas foram quebrados e depois levaram a pior no tiebreak e o time belga seguiu atrás no marcador.

Passado o susto e a quase virada dos rivais, Gasquet e Herbert conseguiram colocar a vitória de volta nos trilhos. Eles ainda enfrentaram dois break-points no sexto game do quarto set, mas responderam com uma quebra logo na sequência. Bastou então aos franceses administrar a vantagem até o fim para marcar o segundo ponto nesta final da Copa Davis.

Comentários