Notícias | Dia a dia
Murray encerra a relação profissional com Lendl
17/11/2017 às 20h32

Britânico venceu seus três títulos de Grand Slam ao lado do ex-número 1

Foto: Arquivo

Londres (Inglaterra) - Cada vez mais próximo de voltar ao circuito Andy Murray fará uma mudança em sua equipe para o próximo ano. O britânico encerrou a relação profissional que tem com o ex-número 1 do mundo Ivan Lendl, que foi seu técnico entre 2011 e 2014 e voltou à equipe em junho do ano passado.

"Agradeço ao Ivan por toda a sua ajuda e orientação ao longo dos anos, tivemos um grande sucesso e aprendemos muito como equipe", disse Murray, por meio de comunicado em seu site oficial.

"Meu foco agora está em me preparar para a Austrália com o time que eu tenho no local e voltar a competir", acrescentou o britânico de 30 anos que não disputa uma partida oficial pelo circuito desde a eliminação nas quartas de final em Wimbledon, por conta de lesão no quadril.

A parceria entre Murray e Lendl foi vitoriosa. Sob o comando do ex-líder do ranking, o britânico conquistou seus três títulos de Grand Slam, sendo dois em Wimbledon e um no US Open. Ele também foi bicampeão Olímpico, em Londres e no Rio de Janeiro, e terminou a temporada passada como número 1 do mundo e com o título do ATP Finals.

Na segunda passagem de Lendl, entretanto, a colaboração era pontual e ficava restrita aos Grand Slam e outros torneios grandes. Murray conta com o apoio diário do técnico Jamie Delgado, que o acompanha a cada sessão de treino em tempo integral.

Lendl continuará a trabalhar no programa de desenvolvimento de atletas da USTA. O projeto formou jogadores como Patrick Kypson, de 18 anos, que conquistou seu primeiro título profissional no último fim de semana. "Desejo a Andy sucesso no futuro. Tivemos uma ótima e muito divertida jornada".

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis