Notícias | Dia a dia
Wozniacki deixa de trabalhar com Sascha Bajin
16/11/2017 às 15h27

Wozniacki disputou oito finais na temporada e venceu dois títulos

Foto: Arquivo

Monte Carlo (Mônaco) - Mesmo depois de fazer uma ótima temporada e terminar 2017 no terceiro lugar do ranking da WTA, Caroline Wozniacki terá uma mudança na equipe para a próxima temporada. A dinamarquesa deixará de trabalhar com o rebatedor Sascha Bajin, que acompanhava os treinamentos junto com o pai e técnico da tenista, Piotr Wozniacki.

"Gostaria e informar a todos que eu e Caroline Wozniacki nos separamos. Eu me sinto honrado por ter a oportunidade de conhecê-la e de trabalhar com ela. Caroline é uma atleta incrível e uma ótima pessoa. Desejo o melhor a ela no futuro", declarou o próprio Bajin por meio do Twitter. Ele ainda não confirmou se irá trabalhar com outra jogadora no ano que vem.

A parceria da ex-número 1 do mundo com o rebatedor que já trabalhou com Serena Williams e Victoria Azarenka começou em fevereiro, quando Wozniacki ocupava o 18º lugar do ranking. Logo de cara, ela venceu nove jogos em duas semanas e chegou às finais dos torneios de Doha e Dubai.

Wozniacki foi a jogadora com o maior número de vitórias na temporada, com 60 no total em 81 jogos disputados. Ela chegou a oito finais, vencendo o Premier de Tóquio em setembro e o inédito WTA Finals, em Cingapura, maior título de sua carreira.

A dinamarquesa de 27 anos não terminava uma temporada entre as três melhores do mundo desde 2011 e está a apenas 1630 pontos da atual líder do ranking, a romena Simona Halep. Wozniacki ocupou a primeira posição por 67 semanas, sendo a última em janeiro de 2012.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis