Notícias | Dia a dia
Polícia encerra investigação de agressor de Kvitova
16/11/2017 às 10h40

Kvitova foi atacada em casa no fim de 2016

Foto: Arquivo

Praga (República Tcheca) - A polícia tcheca encerrou as investigações sobre o ataque sofrido por Petra Kvitova, que no fim do ano passado teve a casa invadida por um ladrão e acabou levando algumas facadas na mão ao tentar se defender do agressor, ficando cinco meses afastada das quadras por causa disso.

Segundo a Reuters, a polícia recebeu um grande número de pistas sobre o agressor, mas não conseguiu identificar o sujeito e por isso fechou o caso. "Não foi possível encontrar provas que pudessem incriminar alguém", explicou Jitka Dolejsova, porta-voz da polícia, através de comunicado.

O susto foi superado por Kvitova, que passou por uma cirurgia na não esquerda e depois conseguiu retornar ao circuito. A canhota tcheca começou sua temporada apenas em Roland Garros, onde não conseguiu passar da segunda rodada, mas no torneio seguinte, na grama de Birmingham, levantou sua 20ª taça da carreira.

Bicampeã de Wimbledon, a tcheca terminou 2017 com 18 vitórias e 10 derrotas. Kvitova ocupa atualmente a 27ª colocação no ranking, mas já foi a vice-líder da WTA, marca alcançada pela primeira vez em outubro de 2011.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis