Notícias | Dia a dia
Sabalenka impõe 5ª derrota a Stephens e empata série
11/11/2017 às 13h52

A bielorrussa de 19 anos enfrentará a top 10 Vandeweghe no domingo

Foto: Divulgação

Minsk (Belarus) - O primeiro dia de disputas da final da Fed Cup entre Belarus e Estados Unidos termina empatado por 1 a 1. A jovem bielorrussa de 19 anos Aryna Sabalenka conseg‪uiu uma expressiva vitória sobre a atual campeã do US Open Sloane Stephens neste sábado por 6/3, 3/6 e 6/4 em 2h de partida.

Todos os cinco jogos disputados por Sabalenka na Fed Cup aconteceram neste ano. A anfitriã que vive seu melhor momento ao ocupar o 78º lugar acumula três vitórias e duas derrotas na competição.

Neste domingo, Sabalenka volta à quadra às 9h (de Brasília) para enfrentar a número 10 do mundo CoCo Vandeweghe pelo terceiro jogo da série. Depois Stephens encara a anfitriã Aliaksandra Sasnovich.

Stephens não vence desde o título do US Open em setembro. A norte-americana havia sido eliminada na estreia dos torneios de nível Premier em Wuhan e Pequim em outubro. Já na semana passada, ela disputou o WTA Elite Trophy em Zhuhai, perdeu o jogo de estreia e abandonou o segundo por lesão no joelho esquerdo.

Sabalenka começou a partida impondo um tênis agressivo e apostando na rápida definição dos pontos e venceu os três primeiros games da partida. Ainda que Stephens conseguisse devolver a quebra no sétimo game, a americana sequer chegou a buscar o empate. Isso porque a bielorrussa seguia pressionando demais o serviço da americana e voltaria a quebrar logo na sequência com winner de devolução.

Mas a estratégia de atacar a todo custo teria seu preço. Depois de vencer o primeiro set apesar de seus 18 erros não-forçados, a bielorrussa manteve o jeito de jogar na parcial seguinte, em que cedeu 19 pontos de graça para a adversária. As sacadoras vinham prevalecendo até que, no sexto game, Sabalenka cometeu dois erros em pontos que ela dominava e ainda fez uma dupla-falta para ceder a quebra.

Stephens não mostrava o tênis que a levou ao título do US Open e sequer precisava induzir a adversária ao erro. A norte-americana optava na maioria das vezes por devolver a bola e esperar pelo que acontecia. O último set começou com seis quebras seguidas até que a jogadora da casa confirmasse o saque com ace de segundo serviço. Empurrada pela torcida, a bielorrussa seguiu pressionando o saque da americana e precisou de quatro match points para confirmar a vitória.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis