Notícias | Dia a dia
Muguruza: 'Tenho muitos motivos para me orgulhar'
21/10/2017 às 10h37

Eleita a Jogadora do Ano, espanhola estreia neste domingo no Finals

Foto: Divulgação

Cingapura (Cingapura) - Eleita pelos jornalistas como a Jogadora do Ano no circuito feminino, Garbiñe Muguruza afirma que tem vários motivos para se orgulhar da temporada que fez. A número 2 do mundo destacou o fato de ter mantido a motivação mesmo quando os resultados não apareciam e por ter continuar jogando bem após o título de Wimbledon.

"Tenho muitos motivos para me orgulhar", disse Muguruza neste sábado em Cingapura. "No início do ano eu tive algumas lesões e fiquei um pouco triste porque eu tinha trabalhado tão duro na pré-temporada e não podia mostrar isso em quadra, mas não desanimei".

Quando foi eliminada ainda nas oitavas de final em Roland Garros, a espanhola não conseguiu defender o título conquistado em 2016 e chegou a sair do top 10, mas teve uma rápida recuperação e venceu seu segundo Grand Slam da carreira em Wimbledon.

"Eu estava realmente motivada na temporada de saibro. E quando acabou Roland Garros eu pensei: 'Está tudo bem. Acabou. Tenho mais chances na grama. Sei que posso jogar bem'. Foi um torneio importante para a minha carreira, uma nova experiência, mas quando acabou eu comecei uma nova temporada", explicou a jogadora de 24 anos.

"Comecei forte em Wimbledon, pensando que a minha hora chegaria. Depois disso, tudo correu bem. O que eu gostei mais é que depois de vencer um Grand Slam, consegui manter esse nível para mais alguns torneios e não apenas ficar perdendo", comentou a espanhola que também foi campeã em Cincinnati este ano.

Muguruza chegou à liderança do ranking mundial em 11 de setembro e permaneceu no topo por quatro semanas até ser ultrapassada por Simona Halep. Agora, ela é uma das sete jogadoras que lutam para terminar o ano como número 1 do mundo. "É importante, não vou mentir, mas sei que tenho que jogar bem. Sei que várias jogadoras têm chance e estou feliz por já ter conseguido antes e agora eu não estou tão nervosa ou obcecada, mas vou lutar por isso".

A estreia de Muguruza no WTA Finals acontece neste domingo às 9h30 (de Brasília) contra a letã Jelena Ostapenko, contra quem tem duas vitórias e uma derrota. Mais cedo, às 7h, Venus Williams e Karolina Pliskova abrem a programação.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis