Notícias | Dia a dia
Nadal perde sono para seguir situação na Catalunha
11/10/2017 às 14h45

Nadal passou fácil pela estreia em Xangai

Foto: Divulgação

Xangai (China) - A situação na Catalunha, que tem a possibilidade de declarar independência da Espanha, está tirando o sono de Rafael Nadal, que disputa nesta emana o Masters 1000 de Xangai. O número 1 do mundo revelou ter ficado acordado até tarde na madrugada para acompanhar o discurso de Carles Puigdemont, líder no parlamento catalão que pediu a independência.

"Estou muito triste pela situação e espero que ela se resolva o mais rápido possível. Acompanhei ao vivo o que acontecia no parlamento até as 3h da manhã. Sou apenas um espectador do que se passa, já dei minha opinião sobreo o assunto e torço para que acabe da melhor maneira", declarou Nadal, que nesta quarta-feira estreou em Xangai batendo o norte-americano Jared Donaldson.

Declarado favorável à manutenção da Catalunha dentro da Espanha, o líder do ranking passou fácil por seu primeiro obstáculo no Masters 1000 chinês. "Fiz uma partida bem completa, fui agressivo com a direita e com o revés e também saquei bem. Terei que seguir assim se quiser vencer amanhã", disse o espanhol, que agora terá pela frente o italiano Fabio Fognini.

Nadal também falou sobre a disputa pelo posto de número 1 do mundo com o suíço Roger Federer e disse que nada ainda está definido, mesmo com os mais de 2 mil pontos que abriu em relação ao rival. "É muito difícil acabar quatro vezes como primeiro do ranking em um período tão longo de anos, mas ainda falta muito e o período favorece Federer", observou.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis