Notícias | Dia a dia
Halep e Sharapova fazem últimos ajustes para o duelo
03/10/2017 às 16h08

Sharapova venceu os sete duelos anteriores contra Halep

Foto: Divulgação

Pequim (China) - Protagonistas de um dos melhores jogos da temporada feminina, Maria Sharapova e Simona Halep voltam a se encontrar nesta quarta-feira. A russa e a romena se enfrentam por volta das 5h (de Brasília) pelas oitavas de final do WTA Premier de Pequim.

Sharapova venceu todos os sete duelos anteriores, incluindo o equilibrado encontro válido pela primeira rodada do US Open no final de agosto. Apesar do retrospecto amplamente favorável, a russa espera um jogo difícil.

"Nós nos conhecemos muito bem. As partidas sempre foram muito desafiadoras, difíceis, competitivas e emocionantes", disse Sharapova após a vitória por 6/4, 4/6 e 6/1 sobre Ekaterina Makarova pela segunda rodada em Pequim.

"Ela é uma grande jogadora e teve uma ótima temporada. Talvez este não seja o tipo de jogo que você espera no início de um torneio, mas é isso que eu tenho que enfrentar agora", acrescentou a ex-líder do ranking, que aparece atualmente no 104º lugar.

"Adoro o desafio de jogar contra alguém que é número 2 do mundo. Toda vez que enfrenta um oponente que esteja jogando bem é ótimo para ver como seu nível realmente está. É por isso que jogamos esses torneios", complementou a jogadora de 30 anos.

Já Halep, que busca sua primeira vitória contra Sharapova, está ciente sobre o que precisa melhorar para superar a russa. Ela fala inclusive sobre o que poderia ter feito para mudar o resultado do recente encontro em Nova York.

"Eu deveria ter sacado melhor para ganhar aquela partida. Eu joguei muito bem, mas ela jogou um tênis incrível. Fisicamente eu tenho que estar melhor, sacar melhor, me mover melhor e me manter no jog, sem pensar muito sobre o resultado, apenas na partida em si", disse a romena após vencer a eslovaca Magdalena Rybarikova por 6/1, 2/1 e desistência.

A vice-líder do ranking também destaca que o ritmo de jogo na terceira rodada é diferente do de uma estreia. "A diferença é que não estamos na primeira rodada. É sempre difícil jogar a primeira partida de um torneio, mas aqui estamos na terceira rodada, o que talvez seja algo diferente".

"É apenas um novo desafio para mim, nada especial. Conheço ela, já joguei contra ela muitas vezes e estive perdo da vitória muitas vezes. Talez eu possa vencê-la, quero muito fazer isso e darei tudo o que eu tenho para ganhar".

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis