Notícias | Dia a dia
Sueca revela homossexualidade em programa de TV
14/09/2017 às 11h16

Larsson tem um título e três vices na WTA

Foto: Arquivo

Estocolmo (Suécia) – Atual 80 do mundo, a sueca Johanna Larsson resolveu encarar de frente o preconceito e revelou ser homossexual. O anúncio veio em um programa de TV em seu país que irá ao ar na próxima semana. Segundo a Il Tennis Italiano, ela afirmou que não admitiu sua sexualidade antes por medo das consequências negativas que poderia trazer à sua carreira.

“É importante que antes de mim tenha existido pioneiras como Kajsa Bergqvist (campeã mundial no salto em altura) e Anja Paerson (esquiadora medalha de ouro nos Jogos de Turim 2006). Eu estava muito focada no tênis: amor, emoções e qualquer distração potencial teve de ser posta de lado”, falou a tenista de 29 anos.

“Foi terrível mentira. Uma vez minha mãe me perguntou se eu estava com uma garota e eu neguei. Não disse nada porque estava com medo de perder meus patrocinadores. Minha carreira dependia de outras pessoas e não pude mostrar realmente como eu sou”, observou Larsson.

Poucas tenistas até então tiveram a coragem de Larsson antes. A pioneira foi a norte-americana Billie Jean King, que em 1981 se revelou ao mundo e por causa disso acabou perdendo a maioria de seus contratos de publicidade, mas mesmo assim continuou a lutar pela igualdade de direitos.

Mais tarde foi a vez de Martina Navratilova, que nasceu na República Tcheca e esperou sair sua nacionalidade norte-americana para anunciar a homossexualidade. A mais recente delas foi a francesa Amelie Mauresmo, que em 1999, com apenas 19 anos, se revelou durante uma entrevista coletiva no Australian Open.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis