Notícias | Dia a dia
'É tempo de seguir em frente', afirma Sharapova
13/09/2017 às 14h37

Sharapova está divulgando o lançamento de sua autobiografia

Foto: Divulgação

Nova York (EUA) – Os últimos dois anos da russa Maria Sharapova foram bastante movimentados, com mais baixos do que altos e destaque para os 15 meses de suspensão. Neste período, a ex-número 1 do mundo escreveu uma autobiografia para contar detalhes de sua carreira até então.

Para divulgar o livro em sua semana de lançamento, a russa foi ao prestigiado Good Morning America, onde falou sobre o doping no Australian Open do ano passado, pega com meldonium, e o retorno às quadras. Sharapova se descreveu como pronta para seguir em frente após a suspensão dada pela Federação Internacional de Tênis (ITF).

“Acho que há muitas coisas que você pode se perguntar e se culpar, mas uma vez que esta fase ficou para trás o negócio é pensar no futuro. Sempre me vi terminando minha carreira por vontade própria e sabia que não seria assim que eu acabaria. Voltar significou muito para mim”, disse a russa.

Questionada sobre como se descuidou ao ponto de ingerir uma droga proibida pela Agência Mundial Antidoping (Wada), Sharapova foi curta e grossa. “É uma pergunta que me fiz durante muito tempo, mas isso é passado e agora é hora de seguir em frente”, analisou a ex-número 1 do mundo e atual 103ª na lista da WTA.

Ela também falou sobre a felicidade de disputar o US Open, seu primeiro Grand Slam desde a suspensão. “O US Open foi um momento incrível para mim, ainda mais depois de tudo pelo que passei, os altos e baixos destes últimos anos. Voltar a jogar era um sonho, foi meu primeiro desejo que consegui realizar”, contou Sharapova.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis