Notícias | Dia a dia | US Open
Não pensei que voltaria nem ao top 100, diz Stephens
10/09/2017 às 10h00

Stephens jamais perdeu uma final em sua carreira

Foto: WTA

Nova York (EUA) - Sloane Stephens insistiu no tom de incredulidade por sua espetacular volta às quadras, depois de ficar 11 meses afastada devido à cirurgia no pé. Em poucas semanas, deu um salto gigantesco de qualidade, ganhou o US Open, voltou ao top 20 e manteve a notável marca de jamais perder uma final em sua carreira.

"Depois que fiz a cirurgia, passei 16 semanas sem poder colocar o pé no chão", lembra a tenista de 24 anos. "Tinha de andar de muletas. Não era divertido. Me mantive acreditando que um dia poderia jogar tênis novamente. Nunca imaginei que conseguiria sequer voltar ao top 100. Só pensei em usar meu ranking protegido para jogar e entrar nos torneios. Mas consegui deixar pensamentos negativos de lado, aproveitei para jogar solta, competir e lutar em cada partida".

Sloane admitiu ter ficado ansiosa desde a véspera da partida e que a tensão durou até a hora da final. "Estava extremamente nervosa antes de ir à quadra. Meu treinador só pedia para eu respirar. Mas quando entrei, me senti melhor. Acho que tive sorte de me soltar, correr atrás de todas as bolas, ficar focada. Fiz somente seis erros na partida, nunca havia acontecido isso antes".

Com apenas cinco semanas de competição desde seu retorno em Wimbledon, Stephens acredita que ainda tem muito a evoluir. "Sai de 900 e tanto do ranking para o top 20, mas ainda continuo trabalhando no meu retorno. Acho que estou jogando de forma mais esperta. Preciso aproveitar o bom momento. Ganhar um torneio é especial, mas vencer o US Open para mim é ainda mais incrível. Acho que as coisas mudam para mim a partir de agora".

Assim como fez na cerimônia de premiação, agradeceu mais uma vez o apoio da mãe Sybil Smith. "Minha mãe tem me dado apoio ao longo de toda minha vida, e eu tive muitos altos e baixos, e alguns muito baixos. Ela permaneceu 100% comigo o tempo todo. Foram duas grandes semanas para nós duas".

Questionada se não sentiu pena pelo placar de 6/0 sobre a amiga Madison Keys no segundo set, Sloane brincou: "Pena? A gente estava na final do US Open! Você viu o valor do cheque que ela ganhou?"

Comentários