Notícias | Dia a dia | US Open
Bruno: 'Foi um dia negativo, mas é vida que segue'
06/09/2017 às 09h27

Soares e Murray não conseguiram defender o título

Foto: Divulgação

Nova York (EUA) – O mineiro Bruno Soares amargou eliminação dupla do US Open nesta terça-feira, caindo fora tanto das duplas masculinas quanto das duplas mistas, ambas nas quartas de final. Apesar das derrotas, ele avaliou como positiva sua participação no último Grand Slam da temporada.

O dia começou com a derrota ao lado do britânico Jamie Murray para o holandês Jean-Julien Rojer e o romeno Horia Tecau. Mais tarde, Bruno entrou em quadra com a húngara Timea Babos e novamente parou diante de Tecau, que agora tinha como parceira a norte-americana Coco Vandeweghe.

"Foi um dia negativo em Nova York. Mas, foi mais um Grand Slam positivo, com duas quartas-de-final. Hoje a coisa realmente não encaixou na dupla e tem dias que são assim. É uma pena. A gente vinha de uma sequência só de bons jogos, desde Cincinnati, mas hoje não encontramos o nosso melhor”, analisou o mineiro.

“Na dupla mista acabei caindo também, jogando melhor, mas perdendo no detalhe. É vida que segue," complementou Soares, cujo próximo compromisso será a disputa da repescagem do Grupo Mundial da Copa Davis, na semana que vem, contra o Japão. Ele permanece em Nova York e vai direto dos Estados Unidos para a Ásia.

Comentários