Notícias | Dia a dia | US Open
Keys avança e tira Svitolina da briga pelo nº 1
05/09/2017 às 00h44

Keys enfrentará a estoniana Kaia Kanepi em busca de sua segunda semi de Slam

Foto: Divulgação

Nova York (EUA) - O sonho do primeiro Grand Slam e da chegada à liderança do ranking mundial foi adiado para Elina Svitolina. A atual número 4 deixou a disputa pela primeira posição com a derrota nas oitavas de final do US Open para a norte-americana Madison Keys por 7/6 (7-1), 1/6 e 6/4 em 2h01 de partida nesta segunda-feira.

Keys tem apenas 22 anos, mas já está disputando seu sétimo US Open. A campanha até as quartas de final é seu melhor resultado no torneio mais importante de seu país. Ex-número 7 e atual 16ª do ranking, a americana tenta alcançar sua segunda semifinal de Grand Slam na carreira, repetindo a campanha do Australian Open de 2015.

A vitória de Keys também faz com que o tênis americano tenha quatro nomes nas quartas de final do US Open, já que ela se junta a Venus Williams, CoCo Vandeweghe e Sloane Stephens. A última edição com quatro ou mais jogadoras da casa nas quartas foi a de 2002, com Serena e Venus Williams, Lindsay Davenport (hoje técnica de Keys), Jennifer Capriati e Monica Seles.

Com a queda de Elina Svitolina, a disputa pelo número 1 que tinha oito jogadoras antes do início do US Open fica restrita a apenas dois nomes. A atual líder do ranking Karolina Pliskova precisa defender os 1.3000 pontos do vice-campeonato do ano passado para não perder a posição para a espanhola Garbiñe Muguruza, que já foi eliminada do torneio.

Keys teve um início de partida arrasador, ao levar vantagem na maioria das trocas de bola e apostar em devoluções agressivas que colocavam muita pressão sobre a adversária. A americana abriu 3/0 e também chegou a liderar por 4/2 após uma troca de quebras. Svitolina buscou a igualdade, mas não contava com um tiebreak irretocável da rival, que fez cinco winners seguidos e encaixou dois ótimos saques sem resposta.

A situação poderia ter ficado ainda mais dramática para a número 4 do mundo, caso Keys tivesse aproveitado o break point na abertura do segundo set. Sem repetir o volume de jogo da parcial anterior, em que liderou a contagem de winners por 19 a 4, Keys anotou apenas oito bolas vencedoras e foi quebrada duas vezes seguidas.

O último set começou cheio de alternativas, com a americana salvando dois break points e a ucraniana evitando outras três oportunidades de quebra. Mas com o placar empatado por 2/2, Keys acabou perdendo o saque ao cometer quatro erros não-forçados no mesmo game. A ucraniana encaminhava a vitória, mas fez um péssimo game de serviço e recolocou a adversária no jogo. Empurrada pela torcida, a jogadora da casa soube lidar com a pressão e voltou a ser agressiva nas devoluções para anotar sua expressiva vitória em três sets.

Comentários