Notícias | Dia a dia | US Open
Com mais uma virada, Nadal chega às oitavas
02/09/2017 às 21h44

Nadal já repete a campanha do ano passado em Nova York

Foto: Divulgação

Nova York (EUA) - Assim como havia acontecido na última quinta-feira contra Taro Daniel, Rafael Nadal precisou novamente de quatro sets para avançar no US Open. Pelo segundo jogo seguido, o espanhol perdeu a primeira parcial e depois anotou a virada. O número 1 do mundo ficou em quadra por 3h20 e derrotou o argentino Leonardo Mayer, 59º colocado, por 6/7 (3-7), 6/3, 6/1 e 6/4 para chegar às oitavas de final.

Bicampeão nos anos de 2010 e 2013, Nadal já repete a campanha do ano passado em Nova York, o que o ajuda na disputa pelo topo do ranking com Roger Federer, que precisa no mínimo de uma semi. O espanhol agora enfrenta o ucraniano Alexandr Dolgopolov, que venceu o sérvio Viktor Troicki por 6/1, 6/0 e 6/4. Nadal lidera o histórico contra Dolgopolov por 6 a 2.

Nadal fez duas duplas faltas no game de abertura, mas não teve o serviço ameaçado. Ele, aliás, sequer chegou a enfrentar break points no primeiro set. Entretanto, o espanhol pecava pela incosistência e abusava das oportunidades perdidas. Foram treze erros não forçados no primeiro set e seis break points perdidos, sendo quatro deles no mesmo game.

No tiebreak, Mayer elevou o nível e não perdeu nenhum dos cinco pontos jogados em seu saque e disparou dois aces. Já Nadal acabou cometendo dois erros em pontos disputados no serviço, que custaram-lhe a perda do set inicial pelo segundo jogo seguido. O argentino terminou a parcial com o dobro de winners, 18 a 9.

A situação poderia ter ficado ainda mais difícil para Nadal, que enfrentou duas oportunidades de quebra no início do segundo set, mas conseguiu manter o serviço. Entretanto a quebra a favor do número 1 do mundo insistia em não acontecer, ora pelos erros do espanhol, ora por ótimos saques do argentino em momentos cruciais.

Enfim, Nadal depois de treze oportunidades perdidas, o espanhol o 14º break point para quebrar pela primeira vez e liderar o set por 4/3. O líder do ranking ganhou confiança e voltaria a quebrar dois games mais tarde para empatar o jogo. O terceiro set foi um passeio, definido em 27 minutos, com mais duas quebras para o espanhol que perdeu apenas três pontos nos games de serviço.

O verdadeiro golpe de misericórdia foi um ótimo winner de devolução de Nadal em uma tentativa de saque e voleio do argentino na abertura do quarto set. Já com uma quebra atrás, Mayer até jogou mais solto e teve lampejos do bom tênis que havia mostrado no primeiro set, mas ainda tinha poucas chances no serviço do espanhol. Nadal chegou a ser quebrado na primeira vez que sacou para o jogo, mas em nenhum momento teve a vitória em risco.

Comentários