Notícias | Dia a dia | US Open
Sharapova embala no 2º set e está nas oitavas
02/09/2017 às 00h47

Vaga nas oitavas em NY deve garantir a russa no próximo Australian Open

Foto: Divulgação

Nova York (EUA) - Depois de precisar de três sets em seus dois primeiros jogos no US Open, Maria Sharapova ficou menos tempo em quadra nesta sexta-feira. Ainda assim, a russa foi exigida no set inicial pela jovem americana de 18 anos Sofia Kenin, 139ª do ranking, e marcou as parciais de 7/5 e 6/2 em 1h44 para avançar às oitavas de final.

As três vitórias já obtidas no Grand Slam americano fazem com que a russa saia do atual 146º lugar e fique bem perto de voltar ao 100. Como não defende nenhum resultado este ano, por conta da suspensão de 15 meses por doping, ela não deve precisar dos polêmicos convites para disputar o Australian Open do ano que vem.

Campeã do US Open em 2006 e semifinalista em outras duas ocasiões, Sharapova repete o resultado de sua última participação, ainda em 2014. Nas oitavas, ela terá um duelo inédito contra Anastasija Sevastova, 17ª do mundo. A letã de 27 anos tenta voltar às quartas depois da boa campanha de 2016 e venceu nesta sexta-feira a croata Donna Vekic por 6/2 e 6/3.

Mesmo com duas duplas-faltas e alguns erros não-forçados logo no game de abertura, Sharapova confirmou o serviço e quebrou na sequência. Os altos e baixos da russa, especialmente nos games de saque, eram frequentes durante o set inicial, mas ela conseguia pressionar o serviço da jovem rival desde as devoluções.

Por sua vez, Kenin tentava apostar em bolas altas para tentar quebrar o ritmo da russa e fazê-la jogar fora de uma posição confortável. Ainda assim, Sharapova chegou a liderar o primeiro set por 4/1, mas pecava pela falta de consistência. Seus 28 erros na primeira parcial equilibraram o placar, mas o pressão sobre a americana fez a diferença nos últimos dois games.

A perda do primeiro set comprometeu também a intensidade de Kenin no início da parcial seguinte. A americana já não chegava com a mesma facilidade nos golpes desferidos pela russa, que vinha reduzindo o número de erros. Sharapova abriu 3/0 e encaminhava a vitória, mas fez um game desastroso que poderia recolocar a rival no jogo. Quando poderia buscar o empate, a jovem americana acumulou erros e duplas-faltas e perdeu a chance, permitindo que Sharapova fechasse a porta na sequência.

Comentários