Notícias | Dia a dia | US Open
Cilic soma 80 erros e cai para 'baixinho' argentino
01/09/2017 às 17h17

Schwartzman ganhou de Thiem e Cilic nas últimas semanas

Foto: ATP

Nova York (EUA) - As surpresas não param no US Open. Tido como maior candidato a chegar à final do lado inferior da chave, o croata Marin Cilic parou ainda na terceira rodada, ao levar virada do argentino Diego Schwartzman, 33º do ranking, com paricias de 4/6, 7/5, 7/5 e 6/4.

Aos 25 anos e um dos mais baixos tenistas do circuito - tem oficialmente 1,70m, mas dizem que é pelo menos dois centímetros mais baixo -, Schwartzman atinge as oitavas de final de um Grand Slam pela primeira vez. Na verdade, tem apenas nove vitórias em 22 jogos desse nível.

Campeão do US Open em 2014, Cilic não disputou qualquer torneio desde a final de Wimbledon, em que foi derrotado por Roger Federer, devido a uma contusão no adutor. Apesar disso, havia feito dois jogos tranquilos.

Para obter a segunda vitória sobre um adversário de nível top 10 em 15 tentativas, de Schwartzman contou com sua regularidade no fundo de quadra mas também com um festival de falhas do croata, que terminou a partida com 75 erros não forçados, incluindo nove duplas faltas.

O jogo foi bem irregular dos dois lados. Schwartzman obteve nove quebras em 20 oportunidades e Cilic, sete em 21. O terceiro set foi um festival de quebras e se mostrou decisivo. Habitualmente um grande sacador, Cilic perdeu quatro vezes o serviço só nessa parcial. Ainda sobrou emoção no quarto set. O argentino abriu 5/2, permitiu pequena reação e ainda salvou break-point antes de fechar o jogo.

Schwartzman enfrentará no domingo o francês e cabeça 16 Lucas Pouille, que virou a partida em cima do cazaque Mikhail Kukushkin, que veio do qualificatório, por 2/6, 6/3, 6/4 e 6/4. Os dois se enfrentaram apenas uma vez, no saibro de Bastad, com vitória do argentino em 2013. Pouille fez quartas de final no US Open do ano passado.

Comentários