Notícias | Dia a dia | US Open
Nadal admite nervosismo no início e lamenta erros
01/09/2017 às 10h49

Nadal gostou do que apresentou nos dois últimos sets

Foto: USTA/Andrew Ong

Nova York (EUA) – Assim como na estreia, o espanhol Rafael Nadal foi exigido em sua segunda rodada no US Open. Fechando a quinta-feira no Arthur Ashe Stadium, ele saiu atrás do japonês Taro Daniel e teve que buscar a virada depois de perder o primeiro set, venceu os três seguintes e se garantiu na próxima fase da competição.

O atual número 1 do mundo admitiu que precisou conter os nervos no início da partida. “Claro que o nervosismo estava lá no começo do jogo, por causa disso você deixa escapar alguns 0-30, 15-30 e break-points. Aí seu adversário aproveita a primeira chance de quebra que tem, o set vai embora e você fica ainda mais pressionado”, comentou Nadal.

“O começo do segundo set foi duro, mas consegui me recuperar e fico feliz que joguei melhor no terceiro e no quarto, o que é importante para mim. No fim das contas saio satisfeito por ter vencido mesmo não jogando tão bem”, complementou o espanhol, que chegou a ficar uma quebra atrás no início da segunda parcial, mas a devolveu prontamente e aí arrancou para a virada.

Contente com as bolas profundas, o canhoto de Mallorca lamentou o excesso de erros. “Vi nos números e anotei por volta de 40 bolas vencedoras, o que não é nada mal, mas também cometi 35 erros não forçados, que é um número muito ruim para mim. Preciso corrigir isso e melhorar”, analisou Nadal, que garante estar bem fisicamente após as duas batalhas que travou em Nova York.

“Não estou me sentindo cansado, estou positivo e com muita vontade de jogar. Claro que as duas primeiras rodadas foram duras, mas cheguei até a terceira e isso que importa. Tenho agora mais um dia de treino antes da próxima partida”, disse o espanhol.

Na próxima rodada, o líder do ranking terá pela frente o argentino Leonardo Mayer, contra quem já jogou outras três vezes e venceu todas, sem perder um set sequer. Mesmo assim, ele não espera moleza pela frente. “Ele está jogando bem, venceu Hamburgo algumas semanas atrás e chega com confiança”, avaliou o canhoto de Mallorca.

Comentários