Notícias | Dia a dia | US Open
Zverev lamenta jogo ruim e chance perdida em NY
31/08/2017 às 10h18

Zverev era o melhor cabeça de chave na parte de baixo

Foto: Divulgação

Nova York (EUA) – Principal favorito na parte de baixo da chave do US Open, o jovem alemão Alexander Zverev teve uma campanha decepcionante na competição. Ele não conseguiu sequer passar da segunda rodada, foi derrotado pelo croata Borna Coric nesta quarta-feira e lamentou a chance desperdiçada de ir longe em Flushing Meadows.

“A chave está bastante aberta na parte de baixo e senti que poderia me favorecer disso, mas joguei muito mal e infelizmente não vai acontecer. Mas é assim que as coisas acontecem”, comentou o cabeça de chave número 4 e mais bem cotado na sua metade da tabela após a ausência de última hora do britânico Andy Murray.

Zverev garantiu que a sequência de jogos na preparação para o US Open não foi problema. “Não estou cansado, conseguir pegar um tempo depois de Cincinnati e fisicamente estou bem. Apenas joguei muito mal no segundo e terceiro sets, poderia ter vencido o terceiro e deveria ter levado o quarto”, comentou o germânico de 20 anos.

“Ele (Coric) jogou muito bem nos break-points e ainda teve um pouco de sorte no seu lado, acertou algumas bolas na linha e se deu bem com a rede”, analisou o Zverev, que perdeu a segunda seguida para Coric, não vendo ainda uma rivalidade entre eles. “Nos enfrentamos duas vezes, mas não sei se isso é uma história. Acho que Rafa e Roger têm uma história, ou Novak e esses caras”, disse.

Questionado sobre suas metas para a sequência da temporada, o jovem alemão mostrou que o momento não é de ficar pensando muito no que tem pela frente em 2017. “Acabei de perder uma partida de segunda rodada de Slam que não deveria perder, por isso acho que não estou pensando no resto do ano neste momento”, finalizou Zverev.

Comentários