Notícias | Dia a dia | US Open
Murray é incógnita, Zverev pega grupo forte
25/08/2017 às 14h23

Sem jogar desde Wimbledon, Murray é total incógnita

Foto: Arquivo

Nova York (EUA) - Sem atuar desde sua eliminação nas quartas de final de Wimbledon, o escocês Andy Murray teve um bom sorteio na formação da chave principal do US Open. O cabeça 2 terá oportunidade de avançar pelo menos três rodadas antes de encontrar adversários com maior experiência.

O número 2 do ranking inicia a caminhada diante do local Tennys Sandgren, que é apenas 104º do ranking, e em seguida deve cruzar com Rogério Silva ou o alemão Florian Mayer, tendo o argentino Diego Schwartzman como primeiro nome mais forte, já na terceira rodada.
Seu quadrante tem ainda o espanhol David Ferrer e o francês Lucas Poiulle. Para as quartas de final, Jo-Wilfried Tsonga, que não atravessa bom momento, surge como nome mais forte.

Quem gera expectativa nesta parte inferior da chave é o alemão Alexander Zverev, que pegou um setor forte. O campeão de Montréal entrou na condição de cabeça 4 e começa diante de um qualificado. Pode ter primeiro teste diante de Kevin Anderson na terceira rodada. Quem passar, deve encarar Jack Sock ou Gilles Muller.

O outro quadrante tem dois nomes fortes: o croata Marin Cilic e o norte-americano John Isner. Campeão em 2014 mas sem jogar desde a final de Wimbledon, Cilic começa diante de Gilles Simon, enquanto Isner, que fez boas campanhas nos prepatórios do US Open, tem duelo de sacadores diante de Pierre Herbert logo de cara e ainda pode cruzar com Mischa Zverev na terceira rodada.

Comentários