Notícias | Dia a dia | US Open
Bellucci, Rogério e Thiago têm chaves complicadas
25/08/2017 às 14h11

Bellucci terá um tira-teima contra Brown

Foto: Arquivo

Nova York (EUA) – Os três brasileiros que irão disputar a chave principal do US Open deste ano conseguiram escapar de estreias mais duras, fugiram dos 32 cabeças de chave na primeira rodada e pegaram até que adversários acessíveis na estreia, mas a caminhada nas fases seguintes promete ser duríssima.

Quem se deu menos mal foi o paulista Thomaz Bellucci, que mais uma vez vai enfrentar o alemão Dustin Brown em uma estreia. Ele perdeu a última para o germânico, nesta temporada em Bastad, e venceu no ano passado nos Jogos Olímpicos do Rio. Os dois estão empatados no retrospecto geral, com dois triunfos para cada lado até então.

Se passar da estreia, o canhoto de Tietê terá pela frente na fase seguinte o cabeça de chave 11, o espanhol Roberto Bautista, que iniciará sua campanha contra o italiano Andreas Seppi.

No mesmo quadrante de Bellucci está o cearense Thiago Monteiro, cujo primeiro jogo em uma chave principal de US Open será diante do tunisiano Malek Jaziri. A segunda rodada do canhoto de Fortaleza tende a ser muitíssimo mais dura, já que tem tudo para cruzar com o australiano Nick Kyrgios, que estreia contra o compatriota John Milman.

Situação semelhante vive o paulista Rogério Silva. Seu primeiro rival é o perigoso alemão Florian Mayer, que costuma dar trabalho para os principais nomes do circuito. Caso consiga passar pela estreia, Rogerinho terá a árdua missão de encarar o britânico Andy Murray, que vai encarar o norte-americano Tennys Sandgren na estreia.

Comentários