Notícias | Dia a dia
Cibulkova volta a uma semifinal depois de 6 meses
24/08/2017 às 23h04

Cibulkova repete suas melhores campanhas na temporada

Foto: Divulgação

New Haven (EUA) - Os ares de New Haven estão fazendo bem para Dominika Cibulkova. Em uma temporada sem grandes resultados, a eslovaca está de volta a uma semifinal depois de seis meses. Ela se garantiu na penúltima rodada do WTA Premier americano em quadras duras ao vencer a russa Anastasia Pavlyuchenkova por 7/5 e 6/4 em 2h03 de partida.

Esta é apenas a terceira semifinal do ano para Cibulkova, que só havia chegado tão longe nos torneios de Doha e São Petersburgo ainda em fevereiro. Ex-número 4 e atual 11ª colocada, a eslovaca de 28 anos foi campeã do WTA Finals na temporada passada, mas é apenas a 26ª na corrida para Cingapura.

A sexta vitória de Cibulkova em nove duelos conta Pavlyuchenkova, 20ª colocada aos 26 anos, começou com domínio da russa das ações do fundo de quadra a partir de bolas agressivas desde as devoluções. A eslovaca vinha com dificuldades para impor seu melhor tênis e tentava se defender da melhor maneira possível.

Quando perdia por 4/2, Cibulkova salvou dois break points e ganhou confiança. Ela passou a entrar mais na quadra para controlar mais pontos, chegando a vencer três games seguidos. Já com o set empatado por 5/5, a eslovaca confirmou um game muito longo. O jogo foi interrompido por vinte minutos para o atendimento médico de um torcedor. Na volta, Pavlyuchenkova sentiu os efeitos de ter que sacar sem o devido aquecimento e permitiu a quebra.

A russa termiaria o set inicial com 28 erros não-forçados e seguia sem mostrar o nível exibido nos primeiros games. Cibulkova rapidamente abriu 5/0 e caminhava para uma vitória tranquila, mas sua rival reagiu com uma sequência de bons saques, salvando quatro match points com aces e reduziu a diferença para 5/4. Ironicamente, quando poderia buscar o empate, Pavlyuchenkova não repetiu o desempenho e perdeu o jogo após cometer uma dupla-falta.

A adversária de Cibulkova na semi será a belga vinda do quali Elise Mertens. A jovem de 21 anos e 47ª colocada sequer precisou entrar em quadra nesta quinta-feira, beneficiada pela desistência da chinesa Shuai Zhang por lesão no braço direito. Mertens, que começou o ano no 124º lugar, está em sua quarta semifinal na temporada e entrará no top 40 pela primeira vez.

Do outro lado da chave, a australiana Daria Gavrilova venceu a belga Kirsten Flipkens por 6/2 e 6/4. Aos 23 anos, Gavrilova ocupa o 26º lugar do ranking e já esteve na 21ª posição em junho. Dona de oito vitórias contra top 10, sendo uma delas este ano, a australiana tenta alcançar sua terceira final de WTA e ainda luta pelo primeiro título.

Seu desafio agora é a atual campeã e cabeça 1 Agnieszka Radwanska, depois que a polonesa passou pela chinesa Shuai Peng na rodada noturna, com parciais de 7/5 e 6/3.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis