Notícias | Dia a dia | US Open
Raonic anuncia que não disputará o US Open
23/08/2017 às 23h53

Lesão no punho foi a mesma que o fez desistir de Cincinnati

Foto: Arquivo

Nova York (EUA) - A chave masulina do US Open terá mais um desfalque. O canadense Milos Raonic, número 11 do mundo, anunciou na noite desta quarta-feira que não irá disputar o Grand Slam americano, que começa na próxima segunda-feira.

O motivo para a desistência de Raonic, que no ano passado caiu ainda na segunda rodada do torneio, é a lesão no punho esquerdo. O problema é o mesmo que o deixou de fora do Masters 1000 de Cincinnati na semana passada.

"Tentei de tudo para me reabilitar dessa lesão a tempo do US Open, que é um evento muito especial para mim", disse Raonic, por meio de comunicado.

"Entretanto, a dor é muito grande e, em consulta com meus médicos, eu fiquei sem opção que não fosse desistir da competição", acrescenta o canadense de 26 anos.

Raonic disse ter realizado uma pequena operação ainda nesta quarta-feira e espera retornar ainda nesta temporada. "Realizei hoje um procedimento para remover porções do osso que vinha me causando desconforto e me impedia de jogar da maneira como eu normalmente posso.

"Já estou de volta à academia e iniciando meu trabalho de reabilitação. Espero estar recuperado e de volta às quadras em algumas semanas. Estou ansioso para voltar ao circuito mais forte e saudável para terminar 2017 da melhor maneira possível".

O canadense, que terá o lugar na chave ocupado por um lucky-loser também foi elegante ao expor mais uma razão para a desistência. "Tenho muito respeito pelo US Open e por meus colegas do circuito, que poderão ter um lugar na chave no momento em que eu não posso dar meu máximo esforço por causa dessa lesão".

O torneio masculino em Nova York já havia perdido três top 10: Novak Djokovic, Stan Wawrinka e Kei Nishikori encerraram precocemente a temporada por lesões.

Comentários