Notícias | Dia a dia
Sharapova enfrentará Ostapenko na estreia em Cincy
11/08/2017 às 20h15

Será apenas o quinto torneio de Sharapova desde o retorno em abril

Foto: Arquivo

Cincinnati (EUA) - Em meio a muitos problemas físicos desde o fim de sua suspensão em abril, Maria Sharapova terá uma estreia duríssima no WTA Premier de Cincinnati, que começa na segunda-feira. A russa, ex-número 1 e atual 149ª do ranking, enfrentará a letã Jelena Ostapenko, campeã de Roland Garros e 12ª colocada.

Será apenas o quinto torneio que Sharapova disputa na temporada. Depois de receber convites para os eventos no saibro de Stuttgart, Madri e Roma, a russa teve uma lesão na coxa que a afastou até Stanford na semana passada. Já na Califórnia, ela disputou só um jogo e desistiu antes das oitavas por lesão no braço esquerdo.

Já Ostapenko tenta se recuperar depois de cair na estreia em Toronto. A campeã de Paris também vinha de um bom resultado em Wimbledon, onde chegou às quartas. A letã é a adversária com melhor ranking que Sharapova enfrenta nessa volta às competições, superando a então 19ª colocada Kristina Mladenovic.

Sharapova ou Ostapenko podem enfrentar a espanhola Carla Suárez ou a croata Mirjana Lucic na segunda rodada. A cabeça de chave mais próxima é a russa Svetlana Kuznetsova, possível rival nas oitavas, enquanto Madison Keys e Garbiñe Muguruza podem pintar nas quartas.

Ainda na parte de cima da chave, a líder do ranking Karolina Pliskova certamente estreará contra uma rival vinda do quali, já que duas delas irão se enfrentar na primeira fase. A tcheca pode cruzar com Mladenovic nas oitavas, antes de um duelo contra Venus Williams ou Caroline Wozniacki na fase seguinte.

Do outro lado da chave, Simona Halep pode enfrentar a letã Anastasija Sevastova nas oitavas e a britânica Johanna Konta logo depois. As jovens Catherine Bellis e Anna Konjuh aparecem no quadrante. Já Angelique Kerber e Elina Svitolina encabeçam o outro setor da chave, sendo que a alemã pode enfrentar Petra Kvitova nas oitavas, enquanto a ucraniana tem Agnieszka Radwanska no caminho.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis