Notícias | Dia a dia
Wozniacki vence duelo de 3h e elimina a número 1
11/08/2017 às 18h59

Wozniacki terminou o jogo com mais aces que Pliskova, 8 contra 5 da tcheca

Foto: Divulgação

Toronto (Canada) - Em um dos jogos mais equilibrados da temporada feminina, Caroline Wozniacki garantiu seu lugar na semifinal do WTA Premier de Toronto ao vencer uma batalha de 2h56 contra Karolina Pliskova. Ao marcar as parcais de 7/5, 6/7 (3-7) e 6/4, a ex-líder e atual sexta colocada impõe a primeira derrota da tcheca como número 1 do mundo.

Curiosamente esta é a primeira vitória de Wozniacki contra uma número 1 do mundo. A dinamarquesa, que esteve no topo o ranking por 67 semanas, havia perdidos suas seis partidas anteriors contra líderes, das quais cinco foram contra Serena Williams. Em busca de sua 48ª final na carreira e sexta no ano, ela espera por Lucie Safarova ou Sloane Stephens.

Wozniacki conseguiu a rara façanha de fazer mais aces que Pliskova numa partida, foram 8 para a dinamarquesa e apenas 5 da tcheca. Ainda que a líder do ranking tenha liderado a contagem de winners por 44 a 29, os 26 erros não-forçados contra 15 da rival foram mais decisivos, especialmente no último set.

Só deu Pliskova no início do jogo. A tcheca venceu os três primeiros games e teve break points para abrir 4/0. A chuva, que já havia feito com que a partida começasse com duas horas de atraso, voltou no meio do game e Wozniacki pôde confirmar o serviço na volta. Ainda assim, o domínio ainda era da tcheca que voltaria a quebrar para abrir 5/1.

Depois que Pliskova desperdiçou sua primeira tentativa de sacar para o set, Wozniacki encarou mais duas interrupções por chuva antes de confirmar o serviço no game seguinte. Com tantas paralisações, a tcheca perdeu ritmo e confiança e cometia frequentes erros não-forçados. Firme do fundo de quadra, a dinamarquesa reagiu e venceu incríveis seis games seguidos.

O segundo set seguiu sem quebras, sendo que os games de serviço de Wozniacki eram os mais tranquilos. Não faltaram chances para a dinamarquesa, que teve cinco oportunidades de quebra, mas Pliskova sempre escapava, graças a bons saques e ao seu jogo mais agressivo. A tcheca também teve duas oportunidades, mas cometeu erros bobos.

Aos poucos, Pliskova foi adquirindo ritmo e dava menos pontos de graça, fazendo que a dinamarquesa tivesse que se defender cada vez mais. A líder do ranking venceu a segunda parcial no tiebreak e teve uma chance de quebrar na abertura do último set e conseguiria a vantagem no quinto game, chegando a liderar por 4/2.

Entretanto, com quatro erros não-forçados seguidos, Pliskova permitiu a quebra que recolocou Wozniacki no jogo. Foi a chave para a dinamarquesa manter a frieza em seus serviços e também nas trocas de bola, usando de seu sólido jogo de fundo de quadra para vencer os últimos quatro games e consolidar a vitória.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis