Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Cilic: 'Percebi que não poderia dar meu melhor'
16/07/2017 às 15h06

Croata entende que a dor no pé esquerdo comprometeu seu rendimento

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Vice-campeão em Wimbledon, Marin Cilic lamentou muito o fato de uma bolha no pé esquerdo ter comprometido tanto seu rendimento na decisão do Grand Slam britânico. O croata avalia que a intensidade da dor não foi tão grande, mas foi suficiente para que ele não pudesse jogar seu melhor diante de Roger Federer.

"Foi um dia infeliz para mim. Tive uma bolha no pé durante a semifinal [contra Sam Querrey] e o fluido acabou entrando no calo", disse Cilic, após a derrota por 6/3, 6/1 e 6/4 para Federer. "Foi difícil lidar com isso emocionalmente, porque eu sei o quanto eu me preparei nos últimos meses".

"Queria dar o meu melhor e tentar tanto quanto pude, mas é difícil quando você está nessa situação porque sabe que não terá muita chance de ganhar", completou o croata de 28 anos, que buscava seu segundo troféu de Grand Slam, juntando-se ao US Open de 2014.

"Eu sabia que não poderia dar o meu melhor em quadra e que não poderia jogar o meu melhor tênis, especialmente nesta fase da minha carreira, em uma partida tão importante. Toda vez que eu precisava de uma reação rápida ou fazer mudança repentina de movimento, eu não consegui fazer isso", explicou o número 6 do mundo, que foi às lágrimas durante o segundo set.

"Também foi muito difícil me concentrar na partida, porque a dor bloqueava a minha mente. Era difícil pensar na tática e nas coisas que eu precisaria fazer", explicou o jogador que recebeu atendimento no início do terceiro set para tratar do pé esquerdo.

"Eu não estava sacando muito bem hoje por causa disso. Além disso, eu não consegui escolher corretamente os golpes. Foi muito difícil lidar com isso. Não era uma dor tão intensa que me fez chorar, mas era apenas a frustração de que eu não seria capaz de dar o melhor", finalizou o croata.

Durante o discurso de premiação, Cilic lembrou que nunca abandonou uma partida e celebrou com a equipe sua boa campanha no Grand Slam britânico. "Eu nunca desisti de um jogo durante toda a minha carreira. Eu tive uma campanha incrível aqui e joguei o melhor tênis da minha vida. Gostaria de agradecer à minha equipe, porque eles me deram muita força. A todos os meus fãs na Croácia e aqui, digo que foi muito difícil hoje, mas deixei tudo em quadra e espero voltar aqui e ir melhor na próxima vez".

Comentários