Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Melo realiza sonho de criança: 'É Wimbledon!'
15/07/2017 às 20h04

Marcelo Melo e Lukazs Kubot com seus troféus: emoção após final tensa e incrivelmente disputada

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Aos 32 anos, Marcelo Melo realizou um sonho de criança ao conquistar neste sábado o título mais prestigiado do circuito internacional. Ao lado de Lukasz Kubot, ele levantou o troféu de Wimbledon depois de suas semanas de muito esforço, quatro jogos extremamente difíceis e uma final épica de 4h39.

"Meu sonho sempre foi conquistar um Grand Slam e, especialmente, Wimbledon. Sempre falei isso. Todos os anos que meu foco era vir e ganhar aqui. Desde pequeno sonhei", afirmou. "A grama foi um piso que sempre gostei de jogar. Fomos para os outros torneios, antes, na grama, pensando em Wimbledon. E poder ganhar aqui, nossa... É Wimbledon! Poder entrar para a história. Ser afortunado de jogar naquela Quadra Central e vencer. Realmente, puderam ver pela minha reação”, comemorou um emocionado Marcelo.

O mineiro não parou de sorrir, mas admite que nem entendeu ainda o tamanho de sua façanha num evento em que um adulto brasileiro não vencia há 51 anos. “Não tenho palavras para descrever o sentimento depois desse jogo. Eu ainda vou precisar de um tempo para assimilar esse grande feito. É aproveitar agora o momento, curtir o máximo", afirmou Girafa, que reaparecerá como número 1 do mundo nesta segunda-feira.

“Agradeço todo mundo, ao meu time, todos que trabalham comigo, meus patrocinadores, todo mundo que me apoia, os torcedores que mandam mensagens. A todo mundo que me incentiva e torce por mim. É isso. Estava muito feliz por já ter conquistado Roland Garros e ter sido número 1. Agora, aqui, esta semana, recuperar o número 1 do mundo, naquela semifinal tão importante, e poder virar campeão de Wimbledon”, completou o tenista, que tem o patrocínio de Centauro, BMG e Itambé, com apoio da Confederação Brasileira de Tênis.

O irmão e treinador Daniel Melo também se mostrava muito emocionado. “Estamos muito felizes, comemorando esse triunfo. Um torneio tão tradicional, que o Marcelo sempre quis ganhar, na grama, o piso que ele mais gosta. É aproveitar este momento tão especial, depois de duas semanas de muitas batalhas. Demais! Não tem como expressar tamanha felicidade”, vibrou Daniel, que tem estado ao lado do irmão na conquista de todos seus 27 títulos da carreira.

Comentários