Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Rosewall: 'Federer pode igualar minha longevidade'
15/07/2017 às 10h52

Federer é o terceiro finalista mais velho em Slam

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Uma das lendas do tênis mundial, o australiano Ken Rosewall é conhecido por sua longevidade no circuito. Jogador mais velho a ganhar uma partida de ATP, aos 45 anos e 11 meses, em Melbourne, ele também é o recordista em Grand Slam, sendo o mais velho a disputar finais no Australian Open, em Wimbledon e no US Open

Atualmente com seus 82 anos de idade, o dono de oito títulos de Grand Slam acredita que o suíço Roger Federer possa seguir o seu caminho. "Como milhões de outras pessoas, eu admiro muito Roger. Acredito que ele possa continuar como uma força no tênis por mais alguns anos", declarou o australiano.

No momento em que pisar na Quadra Central do All England Club para a final deste domingo, às 10h (horário de Brasilia), o suíço Roger Federer será o terceiro mais velho em uma decisão de Slam, com 35 anos e 342 dias, perdendo apenas para Rosewall, que fez quatro finais com mais idade do que tem o suíço atualmente, e o também australiano Mal Anderson.

O recorde do australiano é no US Open, ficando com o vice de 1974, derrotado pelo norte-americano Jimmy Connors, quando tinha 39 anos e 310 dias. Rosewall fez sua última final de Wimbledon também em 1974, com 39 anos e 246 dias, em outro vice-campeonato. Ele é o mais velho a vencer um dos quatro principais torneios do circuito, faturando o Australian Open de 1972 com 37 anos e 62 dias.

"Adoro ser comparado a Federer, joguei boa parte do meu melhor tênis com 35 anos, o mesmo que ele está fazendo agora. Não vejo razão alguma para que ele não continue assim. Se alguém tiver que quebrar o meu recorde, não me importo que seja alguém como Roger", observou Rosewall, que ganhou um estímulo extra para jogar com a chegada da Era Aberta, iniciada em 1968.

"Eu tinha 33 anos quando a Era Aberta veio e eu ainda curtia bastante jogar tênis. Ainda me sentia forte para disputar os torneios e além do mais teria a chance de jogar por dinheiro, o que foi a principal motivação", explicou o australiano.

Comentários