Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Djokovic sente lesão e abandona contra Berdych
12/07/2017 às 14h25

Sérvio sentiu incômodo no cotovelo direito e concedeu a vitória no 2º set

Foto: Arquivo

Londres (Inglaterra) - Depois de ter pedido dois atendimentos para o ombro na últ‎ima terça-feira, Novak Djokovic voltou a sentir uma lesão nesta quarta-feira. O sérvio abandonou seu jogo de quartas de final em Wimbledon contra o tcheco Tomas Berdych quando perdia por 7/6 (7-2) e 2/0 por conta um incômodo no cotovelo direito.

Com a eliminação de Djokovic, é certo que Andy Murray permanecerá na liderança do ranking mundial. Eliminado no início da rodada desta quarta-feira pelo norte-americano Sam Querrey, o britânico poderia manter o primeiro lugar em caso de vitória, ou ainda se visse o sérvio não conquistar o título.

A desistência do sérvio faz com que Berdych consiga superar Djokovic pela terceira vez em 28 jogos. A última vez que o tcheco havia derrotado o rival sérvio foi há quatro anos, em Roma. Desde então, o ex-número 1 havia levado a melhor em onze duelos seguidos.

Djokovic não abandonava uma partida desde fevereiro de 2016 em Dubai. Esta foi sua 13ª desistência na carreira. Em Grand Slam, o sérvio concedeu a vitória a um adversário pela quinta vez, sendo a primeira desde o Australian Open de 2009, diante do norte-americano Andy Roddick.

Berdych disputará a sexta semifinal de Grand Slam de sua carreira diante de Roger. A única vez que o tcheco 31 anos conseguiu passar pela penúltima rodada de um Major foi em 2010, também em Wimbledon, quando bateu o próprio Djokovic antes de cair para Rafael Nadal na decisão.

Ao longo da rápida disputa de 1h03 nesta quarta-feira, Berdych sequer enfrentou break points. O set inicial seguiu inteiramente sem quebras e com absoluta segurança do tcheco durante o tiebreak. Djokovic solicitou atendimento médico antes do início do segundo set e concedeu a vitória logo após ter seu serviço quebrado.

Comentários