Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Melo e Kubot avançam com grande virada
10/07/2017 às 11h09

Melo e Kubot ainda não perderam na grama neste ano

Foto: Arquivo

Londres (Inglaterra) - Depois de perder os dois primeiros sets, o mineiro Marcelo Melo e o polones Lukasz Kubot sobreviveram a mais um desafio em Wimbledon e avançaram às quartas de final. Desta vez, a vitória foi em cima do romeno Florin Mergea e do paquistanês Aisam Qureshi, com parciais de 6/7 (3-7), 4/6, 6/1, 6/4 e 6/4.

Aumentam assim as chances de o tênis brasileiro ter um semifinalista na chave de duplas, já que os próximos adversários de Melo e Kubot podem ser o gaúcho Marcelo Demoliner e o neozelandês Marcus Daniell, que mais tarde enfrentam o dueto britânico formado pelos irmãos Ken e Neal Skupski.

Esta é a sexta vez que Melo atinge a quinta rodada de Wimbledon. Ele fez semifinal em sua primeira participação, em 2007, ao lado de André Sá, e chegou à decisão de 2013, com Ivan Dodig. O polonês por sua vez só havia atingido as quartas em 2009, mas fez uma boa campanha de simples duas edições depois, tendo ido às oitavas.

Mergea e Qureshi estiveram à frente boa parte do primeiro set, com quebra prematura em cima de Kubot com ótimas devoluções do romeno. Mas foi ele também quem falhou com seu serviço menos eficiente para permitir o empate. No tiebreak, no entanto, Mergea e Qureshi foram perfeitos e tiraram dois serviços.

O bom momento do romeno e do paquistanês continuou ao longo de todo o segundo set, com quebra prematura num game em que Melo não conseguiu sacar bem e ainda fez dupla falta no break-point. Os cabeças 14 deram apenas uma chance de reação, que Qureshi evitou com bom serviço.

Melo e Kubot enfim conseguiram respirar no terceiro set, com quebra em cima de Mergea. Mantiveram o serviço com mais confiança e diminuíram o prejuízo. Os adversários perderam intensidade nas devoluções, não aproveitaram um 0-30 e cederam a quebra no nono game, que Kubot confirmou em seguida para levar a mais um quinto set. Aí foram totalmente superiores.

No mesmo lado da chave de Melo e portanto possíveis adversários das semifinais, os cabeças 1 Henri Kontinen e John Peers avançaram às quartas, ao superar o francês Hugo Nys e o croata Antonio Sancic, por 6/3, 6/3, 6/1 e 6/4. Eles enfrentarão agora Ryan Harrison/Michael Venus, que tiraram Ivan Dodig/Marcel Granollers, por 6/3, 3/6, 6/4, 6/7 (7-9) e 6/3.

Comentários