Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Ostapenko repete feito de Clijsters e pega Venus
10/07/2017 às 10h14

Ostapenko pode entrar no top 10 após Wimbledon

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Campeã de Roland Garros, a letã Jelena Ostapenko está aproveitando a grande fase e segue firme na chave de Wimbledon. Nesta segunda-feira ela garantiu vaga nas quartas de final de Wimbledon ao derrotar a ucraniana Elina Svitolina, quarta pré-classificada, em sets diretos, com parciais de 6/3 e 7/6 (8-6), após 1h43 de confronto.

Sua adversária será Venus Williams, que dominou totalmente o duelo de gerações contra a croata Ana Konjuh, de 19 anos e quase a metade dos 37 da norte-americana. Agressiva desde o primeiro game, Venus marcou 6/3 e 6/2.

Com a campanha na grama do All England Club, a jovem letã se tornou a primeira desde 2005 a ir tão longe em um Grand Slam logo após debutar como campeã. A última vez que uma tenista que faturou seu primeiro título de Slam conseguiu ir tão longe no próximo torneio deste porte foi a belga Kim Clijsters, que venceu o US Open de 2005 e depois foi até as semifinais do Australian Open de 2006. Desde então foram 10 novas campeãs e só uma chegou às oitavas: a bielorrussa Victoria Azrenka, em 2012.

Com apenas 20 anos de idade, Ostapenko foi quem deu as cartas no duelo com Svitolina e mostrou toda sua agressividade. A letã não teve medo e acabou o jogo com 42 bolas vencedoras, contra apenas 14 da rival. Em contrapartida ela também cometeu muito mais erros não forçados do que a ucraniana (39 a 14).

No primeiro set, a letão chegou a ter 4/1 e duas quebras de frente, quando Svitolina esboçou reação e devolveu um dos breaks. Só que Ostapenko ainda bateu o saque da rival uma vez mais para largar na frente. A história da segunda parcial foi parecida, com a campeã de Roland Garros abrindo 4/2. Depois disso, a ucraniana salvou cinco match-points e levou a decisão para o tiebreak, em que levou a pior e acabou mesmo eliminada.

Em 20 participações em Wimbledon, Venus atinge as quartas de um Grand Slam pela 17ª vez e mantém assim o sonho de voltar a conquistar um troféu desse porte depois de nove anos. Sua última conquista aconteceu justamente em Wimbledon, em 2008.

Venus volta a viver uma grande temporada, tendo ido à final da Austrália e às oitavas em Paris. Ela lidera por 3 a 1 nos duelos diretos contra Muguruza, com única derrota dois meses atrás no saibro de Roma.

Comentários