Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Nadal encara duelo de canhotos e 'tira teima'
09/07/2017 às 15h34

Nadal não faz três quartas seguidas de Slam desde 2014

Foto: Arquivo

Londres (Inglaterra) - Embalado pela grande sequência no saibro e em forma exuberante na grama até aqui, o espanhol Rafael Nadal fará duelo de canhotos nesta segunda-feira diante de Gilles Muller, um tenista quatro anos mais velho mas em sua melhor fase técnica da carreira.

Os dois já se cruzaram duas vezes em Wimbledon. Em 2005, o luxemburguês conseguiu vencer o então inesperado campeão de Paris que, seis anos depois, se vingou em jogo de dois tiebreaks. No geral, Nadal tem 4 a 1 no placar.

O espanhol não perde sets em Grand Slam desde a estreia em Paris, e já são 28, terceira maior sequência da Era Profissional. Busca também sua quarta presença seguida nas quartas de um Slam, algo que não obtinha desde 2014. Muller pode reviver seu maior momento de nove anos atrás, quando era qualificado e atingiu as quartas do US Open.

Quem vencer, irá duelar contra Marin CIlic ou Roberto Bautista. Os dois se cruzarão pela terceira vez, com vitórias do croata no sintético de Moscou, em 2014 e 2015, e do espanhol na dura do Australian Open, em 2016. Os números todos favorecem o croata, que tem quase o dobro de vitórias em Grand Slam, na carreira e sobre a grama. Em partidas que foram a cinco sets, Cilic já ganhou 25 e Bautista, apenas 7.

Além disso, o campeão do US Open de 2014 já se habituou às quartas de Wimbledon e vai em busca de sua quarta presença consecutiva. Não cedeu sets até agora diante de adversários gabaritados como Philipp Kohlschreiber, Florian Mayer e Steve Johnson. Bem diferente, Bautista tentará enfim chegar às quartas de um Slam, algo que não obteve sequer no saibro. Vem de boa vitória em quatro sets em cima de Kei Nishikori.

Comentários