Notícias | Dia a dia | Wimbledon
'Vou superar isso e voltar a jogar', diz Mattek-Sands
08/07/2017 às 16h25

Mattek-Sands recebeu a visita de Cistea e Mirza

Foto: Reprodução/Instagram

Londres (Inglaterra) - Apesar do enorme susto que levou na última quinta-feira, quando machucou gravemente o joelho direito, a norte-americana Bethanie Mattek-Sands mostrou otimismo e disse que pretende voltar às quadras. A tenista de 32 anos veio à público neste sábado, através das redes sociais, para explicar exatamente o que aconteceu com ela e encerrar as especulações.

Mattek-Sands revelou que deslocou a patela, rompendo o tendão patelar, lesão semelhante a que sofreu o brasileiro Ronaldo na época em que jogava na Inter de Milão. Ela terá que passar por uma cirurgia, viajará já neste domingo para Nova York, onde terá novas consultas e iniciará os procedimentos médicos para a operação.

"Estava indo à rede quando ouvi um estalo no meu joelho e tudo então ficou meio lento. Lembro-me de sentir o joelho apertar e notei que algo estava errado. Bastou dois segundos para perceber que tinha deslocado ou quebrado alguma coisa. Foi a dor mais aguda que já tive, e eu já enfrentei algumas lesões", comentou a norte-americana.

"Sou uma pessoa bastante otimista, mas nesta hora me ajudou muito ler tatas coisas positivas que vieram dos meus fãs", observou a número 1 do mundo nas duplas. "Eu vou superar tudo isso e voltarei a jogar", afirmou Mattek-Sands.

Além de lembrar o momento da lesão, agradecer os fãs e mostrar seu otimismo pelo futuro, ela também destacou a importância do apoio da romena Sorana Cirstea, sua adversária naquele momento trágico. "Lembro que chegou perto de mim e ficou falando que tudo ia dar certo, achei aquilo incrível. Somos adversárias no circuito, mas também há amizade e ela estava lá como minha amiga. Significou muito para mim".

Comentários