Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Federer bate mais um recorde encara Dimitrov
08/07/2017 às 16h24

Federer venceu os cinco duelos anteriores contra Dimitrov

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - A busca de Roger Federer pelo oitavo título de Wimbledon teve mais um bom capítulo neste sábado. Ainda sem perder sets no torneio, o suíço avançou às oitavas de final após a vitória por 7/6 (7-3), 6/4 e 6/4 em 1h49 contra o alemão Mischa Zverev.

Na próxima segunda-feira, Federer enfrentará o búlgaro Grigor Dimitrov, que disputou apenas dois sets contra o isralense Dudi Sela, vencendo as duas parciais por 6/1 antes do rival abandonar. O suíço levou a melhor nos cinco duelos anteriores contra o rival, que é o 11º do ranking.

Federer também se isola como o jogador que mais venceu partidas de Grand Slam entre homens e mulheres, com 317 triunfos. O suíço de 35 anos estava empatado com a norte-americana Serena Williams, que tem a mesma idade, mas não deverá atuar pelo restante do ano, já que está grávida.

Diante de um rival qua aposta no saque e voleio, Federer teve ótimo desempenho nos games de serviço, mas também soube explorar as subidas do rival desde as devoluções, além de aplicar ótimos lobs e passadas.

Zverev venceu pouco mais da metade dos pontos jogados com seu segundo serviço, 20 em 39, e conseguiu 32 pontos nas 58 que tentou vir para a rede. Já Federer se destacou pela agressividade e eficiência, ao obter 61 bolas vencedoras com apenas 7 erros não-forçados.

O primeiro set foi o único saque a saque, sendo que Federer foi preciso em sua única oportunidade de quebra, ainda quarto game. Depois de liderar por 4/1, o suíço permitiu a reação do alemão que jogou muito bem para vencer três games seguidos e equilibrar as ações.

Entretanto, o ex-número 1 teve amplo domínio das ações do fundo de quadra ao liderar a contagem de winners por 22 a 7, além de cometer somente quatro erros não-forçados. O volume de jogo do suíço fez a diferença no tiebreak.

Federer foi ainda mais eficiente na parcial seguinte, ao anotar 21 bolas vencedoras e dar apenas dois pontos de graça. Sem enfrentar break points, o heptacampeão cedeu apenas quatro pontos nos games de serviço, além de vencer onze pontos em doze subidas à rede. A quebra aconteceu ainda no terceiro game.

O roteiro foi muito parecido no terceiro set, quando Federer quebrou muito cedo. À essa altura do jogo, Mischa já sentia um incômodo na perna direita, que não impedia de jogar, mas que prejudicava ainda mais sua mobilidade, fazendo encurtar cada vez mais os pontos. O suíço não enfrentaria mais break points e definiu o duelo com um ace.

Comentários