Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Nadal aprova desempenho e já pensa em Muller
07/07/2017 às 18h07

Nadal tem uma vitória e uma derrota contra Muller na grama

Foto: Arquivo

Londres (Inglaterra) - Ainda sem perder sets em Wimbledon, Rafael Nadal mais uma vez se mostrou satisfeito com o nível de tênis apresentado após vencer seu terceiro jogo no Grand Slam britânico e se garantir nas oitavas de final.

"Por um set e meio, eu estava jogando um tênis incrível, depois fui um pouco pior. Mas em termos gerais, fui muito bem e estou muito feliz", disse Nadal após a vitória por 6/1, 6/4 e 7/6 (7-3) contra o jovem russo de 21 anos Karen Khachanov.

"No início do terceiro set, tive minhas chances. Eu deveria ter conseguido a quebra, mas isso não aconteceu", comenta o espanhol que teve break points no terceiro e no quinto game.

"Então, tive dois games difíceis no meu saque, mas acho que joguei bem nos momentos importantes. No tiebreak, fui um pouco melhor do que ele", avaliou o vice-líder do ranking, que evitou três chances de quebra no oitavo game e salvou um set point quando perdia por 6/5 antes de forçar o tiebreak.

De volta às oitavas depois de três anos, Nadal também está gostando da sequência dias de sol em Wimbledon. O bicampeão avalia que, sem chuva, as condições da quadra favorecem mais seu jogo.

"É sempre melhor quando faz sol. As condições ficam um pouco mais secas e a quadra é mais firme, o que é melhor para mim. É sempre bom estar na segunda semana e espero que o tempo continue como está", comentou o vencedor de 2008 e 2010.

Em busca de um lugar nas quartas, Nadal enfrenta o luxemburguês Gilles Muller na próxima segunda-feira. O vice-líder do ranking tem quatro vitórias e uma derrota contra o atual 26º colocado, sendo que o histórico na grama está empatado por 1 a 1. Muller venceu em quatro sets na edição 2005 de Wimbledon, enquanto Nadal deu o troco em sets diretos seis anos depois.

"Ele é um dos adversários mais difíceis possíveis nesta superfície", avalia o espanhol. "É provável que esta seja seu melhor piso. Ele tem um ótimo saque, bons voleios e joga bem da linha de base aqui", comenta sobre o rival que foi campeão em 's-Hertogenbosch no início da temporada de grama. "Ao mesmo tempo, estamos nas oitavas de final e dá para esperar por um adversário fácil. Então ele é muito difícil, porque ele jogou bastante na grama este ano. Todos os jogos são difíceis e vamos ver se consigo continuar jogando bem".

Comentários