Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Federer reconhece nervosismo no início do jogo
06/07/2017 às 20h54
Publicidade
Publicidade

Suíço acredita que isso não irá se repetir na próxima rodada

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Em um jogo com o primeiro set equilibrado e as duas parciais seguintes bem mais tranquilas, Roger Federer disse que entrou em quadra mais nervoso que o normal para enfrentar o sérvio Dusan Lajovic, 79º do ranking, pela segunda rodada de Wimbledon, e que isso o prejudicou nos primeiros games. Mas para o suíço, vencer o set inicial fez a diferença para que ele retomasse o bom nível de tênis. 

"Tive algumas dificuldades no início, eu estava me sentindo nervoso por algum motivo, não tenho certeza por quê. Quando eu consegui entrar no jogo e quebrar de volta no 2/2, foi importante para mim", disse Federer após a vitória por 7/6 (7-0), 6/3 e 6/2.

"Foi de repente. Eu estava indo para o vestiário depois do meu aquecimento e eu comecei a ficar nervoso", conta o jogador de 36 anos e sete vezes campeão do Grand Slam britânico.

"Entrei na quadra, a gente se aqueceu e eu continuava nervoso. Eu perdia por 1/0 e 0-40 e isso continuava e eu estava assim até o 7/6 no primeiro set. Demorou um pouco para passar, para ser honesto".

Federer negou que tenha se sentido assim na estreia e acredita que isso não vá se repetir na próxima rodada. "Eu não estava nervoso para a primeira rodada. Então eu acho que na terceira rodada eu me sentirei melhor novamente".

"É estranho como às vezes você pode se sentir mais nervoso para uma segunda rodada do que, digamos, para uma final, acredite ou não", revelou o suíço que enfrenta o alemão Mischa Zverev na próxima fase da competição.

Comentários