Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Eliminado, russo joga moedas na cadeira de árbitra
05/07/2017 às 20h11

Londres (Inglaterra) - Algoz de Stan Wawrinka na rodada de estreia em Wimbledon, o russo Daniil Medvedev foi eliminado na segunda fase do Grand Slam britânico com a derrota por 6/4, 6/2, 3/6, 2/6 e 6/3 para o canhoto belga Ruben Bemelmans. Após a eliminação, o jovem jogador de 21 anos atirou moedas contra a cadeira da árbitra.

 

Durante o quinto set, a árbitra de cadeira Mariana Alves corrigiu uma marcação que custou a perda do game para Daniil Medvedev, que liderava com uma quebra de vantagem, permitindo o empate por 2/2. O jovem russo exigiu a presença do supervisor e afirmou que não voltaria ao jogo enquanto não fosse atendido.

Após ouvir da árbitra que ele não poderia paralisar a partida e que ele deveria voltar a jogar quando fosse determinado por ela, o russo acatou a solicitação e voltou ao jogo. Mas visivelmente desconcentrado só voltaria a vencer mais um game.

Durante uma das viradas de lado, ele enfim foi recebido pelo supervisor e chegou a pedir a troca da árbitra, solicitação obviamente negada. Em protesto contra a juíza e diante da possibilidade de ser punido ou multado, o russo "se adiantou" à aplicação da pena e deixou algumas moedas em quadra.

Após a partida, o atual 49º do ranking pediu desculpas pela atitude. "No calor do momento, eu fiz uma coisa errada e peço desculpas por isso", disse Medvedev. "Eu não sei porque eu fiz isso. Estava frustrado por ter perdido a partida. Talvez tenham acontecido algumas marcações erradas, mas esse tipo de coisa acontece no esporte. Estava apenas desapontado e fiz uma coisa estúpida", acrescenta o russo, que garante que irá se desculpar pessoalmente com a árbitra na próxima vez que encontrá-la.

Comentários