Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Murray não dá chance a Brown e encara Fognini
05/07/2017 às 14h16

Devoluções do britânico fizeram a diferença na tranquila vitória sobre Brown

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Em seu segundo compromisso em Wimbledon, Andy Murray segue sem perder sets e garantiu um lugar na terceira rodada do Grand Slam britânico. O número 1 do mundo precisou de apenas 1h36 para derrotar o 97º colocado alemão Dustin Brown por 6/3, 6/2 e 6/2.

Murray agora enfrenta o italiano Fabio Fognini, que derrotou o canhoto tcheco Jiri Vesely por 7/6 (7-3), 6/4 e 6/2. O histórico entre eles está empatado por 3 a 3 e eles nunca se enfrentaram na grama. Fognini levou a melhor no duelo mais recente, realizado este ano, no saibro de Roma.

Diante de um rival que tem como principal característica o estilo de saque e voleio, Murray caprichou nas devoluções. A primeira consequência direta foi ver Brown atacar menos com o forehand na segunda bola e subir com menos frequência à rede. Afinal, muita vezes o alemão precisva apenas passar a bola com o backhand para seguir na disputa dos pontos.

Com a possibilidade de jogar em sua zona de conforto, Murray dominou as ações do fundo de quadra e foi pouquíssimo ameaçado. Além disso, o número 1 do mundo sabe como ninguém explorar os momentos que o adversário ia à rede com seus já característicos lobs e passadas.

O set inicial teve domínio dos sacadores, sem que Murray enfrentasse nenhum break point. A primeira quebra só aconteceria no oitavo game, após uma dupla-falta do alemão. Logo no início da parcial seguinte, Brown precisou salvar dois break points para confirmar o serviço para 2/1, mas depois perdeu cinco games seguidos, sofrendo duas quebras, muito por conta das boas devoluções do britânico.

Ao fim dos dois primeiros sets, Murray havia perdido apenas sete pontos em seus games de serviço, sendo somente um durante a segunda parcial. O domínio do líder do ranking teve continuidade no terceiro set, com mais duas quebras seguidas. Nem mesmo um game com duas duplas-faltas do britânico fez com que o rival tivesse alguma possibilidade de quebra e o ídolo local rumou para a tranquila vitória.

Comentários