Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Número 1, Kerber evita pensar na defesa de pontos
02/07/2017 às 10h57

Alemã precisa voltar à final de Wimbledon para não perder a liderança do ranking

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Líder do ranking mundial e atual vice-campeã de Wimbledon, Angelique Kerber evita pensar nos pontos que tem a defender durante o Grand Slam britânico. Para a alemã, que precisa voltar à final para não perder o primeiro lugar do ranking, a melhor maneira de lidar com a situação é pensar em um jogo de cada vez.

"Eu não vou colocar tanta pressão sobre mim mesma. É claro que eu vou tentar me manter como número 1, mas estou aqui para jogar rodada a rodada e pensar apenas nas minhas partidas, e não sobre números, rankings ou pontos que eu tenho para defender", disse Kerber aos jornalistas em Wimbledon.

"Tudo é possível, especialmente em grande torneio. Estou começando de zero aqui. Meu pensamento é dia a dia, como foi no ano passado. Vou tentar jogar bem novamente", avaliou a jogadora que estreia contra a norte-americana Irina Falconi.

A alemã aprovou o desempenho que tem apresentado nos treinos que fez em quadras de grama e também duranta os jogos que fez na última semana em Eastbourne, onde avançou duas rodadas antes de cair para Johanna Konta nas quartas.

"Estou muito feliz por estar jogando bem nas quadras de treino, mas agora tenho que repetir isso nos jogos. Acho que isso é mais importante para mim agora", comenta a alemã que derrotou Kristyna Pliskova e Lara Arruabarrena em seu último torneio.

"Fiz boas partidas na semana passada e estou bem fisicamente, então jogar na semana foi muito importante para mim, porque eu pude ver como estava sentindo durante um jogo. Acho que foi uma decisão jogar em Eastbourne", revela a canhota de 29 anos, que havia desistido do torneio de Birmingham por lesão no músculo posterior da coxa esquerda.

Mesmo que não consiga repetir os bons resultados do ano passado, Kerber acredita que boas partidas no Grand Slam britânico poderão ajudá-la a retomar a confiança para a sequência da temporada, lembrando que ela também é atual campeã do US Open e foi vice-campeã em Cincinnati e no WTA Finals. "Estou aqui para jogar um bom tênis, tentando vencer cada partida, mas vou pensar mais sobre a próxima metade do ano, já que ainda tenho grandes torneios nos próximos meses".

Comentários