Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Imbatível contra espanhóis, Nadal vai às quartas
04/06/2017 às 10h01

Nadal nunca perdeu para espanhóis em RG

Foto: Divulgação

Paris (França) - Neste domingo, pela 13ª vez na carreira o espanhol Rafael Nadal teve pela frente um compatriota em Roland Garros e assim como fez em todas as outras ele saiu de quadra vitorioso. A vítima foi Roberto Bautista, que não foi páreo para o canhoto de Mallorca e acabou sucumbindo em sets diretos, com o placar final de 6/1, 6/2 e 6/2, depois de 1h53 de partida. 

Primeiro quadrifinalista deste ano em Paris, o canhoto de Mallorca espera pelo vencedor da partida entre o também espanhol Pablo Carreño e o canadense Milos Raonic. Nadal venceu o três jogos que travou com o compatriota e tem boa vantagem no histórico com o canadense, somando sete vitorias e apenas duas derrotas, ambas no piso duro. 

Esta é a segunda melhor campanha de Nadal rumo às quartas em um Grand Slam até então, sendo superada apenas pela de 2012, também no saibro parisiense, quando ele chegou às quartas tendo perdido apenas 19 games. Neste ano, o espanhol já deixou 20 games.

O duelo entre Nadal e Bautista foi o 81º todo espanhol na história do Grand Slam francês e o segundo entre eles. Assim como aconteceu no primeiro, o ex-número 1 do mundo saiu de quadra sem perder sets, dominando o compatriota do começo ao fim. Já na primeira parcial ele mostrou que não teria problemas para alcançar sua 40ª vitória na temporada. 

Logo no primeiro game de saque Bautista foi quebrado, mas conseguiu devolver a desvantagem em seguida. Nadal tomou às rédeas do set para si na sequência, venceu quatro games seguidos, com direito a dois breaks, e assim faturou o primeiro set. No segundo ele novamente não enfrentou problemas, quebrou o rival duas vezes e ampliou o placar para 2 a 0. 

Bautista começou o terceiro set salvando três break-points e teve a chance de quebrar Nadal no quarto game. Após desperdiçar esta oportunidade, ele não conseguiu confirmar mais o serviço, perdeu os dois que teve pela frente e foi mais uma vez superado pelo nove vezes campeão de Roland Garros, que busca ser o primeiro da história a vencer um mesmo Slam pela décima vez.

Comentários